Motor On Line
Notícias-

Gabriel Fonseca destaca aprendizado em etapa tumultuada F4 US em Brainerd
Reportagem: Luis Ferrari / Guto Mauad
Com menos de duas voltas em bandeira verde, 1¬ prova Ú anulada; nas outras duas, o carro de seguranša trabalha 5 vezes, impedindo escalada do brasileiro.

Neste domingo Gabriel Fonseca encerrou a jornada de três corridas pela quarta etapa da F4 US, no Brainerd Internacional Raceway, com corridas difíceis e marcadas pelo uso do carro de segurança.

O fim de semana começou com uma prova tumultuada no sábado, com Gabriel Fonseca ocupando o sexto lugar após conquistar seis posições nas primeiras voltas. A corrida teve duas intervenções do carro de segurança e foi encerrada sob bandeira vermelha.

Embora o brasileiro estivesse em sexto, a prova não valeu pontos pois não foram completadas ao menos duas voltas sob bandeira verde.

Na corrida 2 Fonseca chegou a ocupar o 11º lugar e disputar uma vaga no grupo dos dez melhores, mas acabou abandonando após ser fechado e jogado para fora da pista por um concorrente.

Na corrida 3, realizada neste domingo, Gabriel largou em nono e ganhou uma posição nas primeiras voltas, se mantendo no top10. Após cinco minutos de prova a bandeira amarela foi acionada, na relargada o piloto da Crosslink/Kiwi Motorsport entrou em uma dura batalha com Justin Arseneu e Bryson Morris, ocupando o décimo lugar.

Na metade da prova Gabriel Fonseca estava em 11º, disputando curva a curva o nono lugar com Arseneau e Arturo Flores.

No trecho final da corrida, na relargada, um dos adversários perdeu o ponto de freada e para evitar o acidente Fonseca teve que mudar sua trajetória, perdendo posições e recebendo a bandeira quadriculada em décimo oitavo.

O próximo compromisso de Gabriel Fonseca é nos dias 24 e 25 de julho, pela terceira etapa da Fórmula Delta, no Velocitta.

O que ele disse:

“Saio desta etapa com sentimentos distintos. Por um lado chateado por não ter alcançado os resultados que esperávamos e por outro mais confiante por estar com um ritmo muito próximo dos líderes. A corrida 1 ter acabado em bandeira vermelha foi ruim, pois estávamos avançando muito rápido. Na terceira prova eu vinha bem e tive que evitar alguns acidentes. Acho que foi um bom aprendizado e sigo confiante para o restante da temporada.”

Gabriel Fonseca

Notícias

Página inicial