Motor On Line
Notícias-

Novo Duster chega em março
Reportagem: WM1
O novo Duster chega em março bastante mudado. A Renault programou o lançamento oficial do seu remodelado SUV para a imprensa para os dias 4 e 5 do referido mês.

Por enquanto, o novo Duster chega em março com o mesmo 1.6 16V da linha SCe de 120 cv, com câmbio manual de seis marchas ou automático do tipo CVT. O motor 2.0 vai sair de cena

O modelo brasileiro será mais baseado no SUV que roda com emblemas da Renault em mercados do Oriente Médio (das imagens) do que o exemplar da romena Dacia. Destaque para a grade frontal com nichos com losangos deitados, o farol que lembra o do Sandero e a traseira com lanternas quadradas que remetem ao Jeep Renegade.

Na suspensão, além da calibragem, a engenharia do fabricante francês vai mudar balança, amortecedores e molas, com um acerto mais firme. A Renault deve colocar reforços estruturais para deixar o novo Duster mais justo, especialmente em curvas. O SUV receberá controles de estabilidade e tração, além do assistente à partida em rampas.

O cinto de 3 pontos no banco central traseiro também virá, conforme obriga a nova legislação. O modelo até tirou 4 estrelas no último teste do Latin NCAP.

O novo Duster também vai ter de se render aos novos tempos. Partida por botão, chave presencial, sistema start/stop do motor, sensores de luminosidade e de chuva devem estrear no utilitário. A central Media NAV ganhará um upgrade e conectividade com Apple CarPlay e Android Auto. Wi-fi pode ser oferecido nas versões mais caras.

Quanto ao acabamento, não espere por milagres para um dos grandes defeitos do Duster desde seu lançamento. O plástico rígido e de aparência simples continuará ditando o interior, mas a Renault vai mudar o painel e colocar acabamentos menos prosaicos nas portas. O quadro de instrumentos será novo e os bancos receberão espuma de melhor densidade. O volante talvez ganhe o esperado ajuste de profundidade. O espaço de médio continuará sendo um dos diferenciais do SUV.

A Renault sabe que o Duster é uma aposta mais racional no segmento. Não pode elevar muito o preço e correr o risco de concorrer com projetos bem mais modernos e interessantes, como Honda HR-V, Hyundai Creta e VW T-Cross. Por isso, aguarde por valores entre R$ 75 mil e R$ 90 mil. Hoje, o SUV da Renault parte dos R$ 73 mil e vai até R$ 87 mil.

Notícias

Página inicial