Motor On Line
Notícias-

Müller é o campeăo Porsche 4.0 em dia de vitória de R. Baptista
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: Victor Eleutério
Enzo Elias vence a corrida e o campeonato pela Carrera Cup 3.8.

O domingo de preliminar do GP Brasil de F1 foi um dia de conquistas inéditas na categoria dos carros de competição mais produzidos no planeta. Marçal Müller terminou a corrida em quinto na Carrera Cup 4.0, o que bastou para entrar na história da Porsche Cup Império como o primeiro piloto a “unificar” os títulos. O gaúcho é o único em 15 temporadas a vencer os campeonatos nas duas categorias principais (em 2017 foi campeão na classe Challenge).

O triunfo do competidor do carro #544 com as cores da Patrus Transportes foi coroado pela prova mais emocionante do ano. Enquanto Marçal fez uma prova relativamente tranquila em quinto, os quatro primeiros duelaram da luz verde à bandeira quadriculada. Melhor para Ricardo Baptista, que cruzou a linha à frente de Werner Neugebauer, Alceu Feldman e Miguel Paludo.

Com o sétimo lugar no geral, Rodrigo Mello venceu a classe GT3 Cup e também o campeonato. Foi seu primeiro título de sprint na Porsche Cup Império.

Já o mais jovem campeão da história da categoria sequer possui habilitação para dirigir nas ruas. Enzo Elias, 17, venceu a corrida com Felipe Baptista, 16, em segundo lugar. O competidor de Brasília terminou o campeonato à frente do paulista por quatro pontos.

Na véspera, Fran Lara já havia assegurado o título na classe GT3 Cup 3.8. Mas correu no domingo com a mesma garra e venceu mais uma em 2019.

A Porsche Cup Império retorna a Interlagos em duas semanas. O encerramento da Endurance Series acontece no dia 30 no marco do Sportscar Together Day, reunião de carros de corrida, de rua e modelos históricos da Porsche.

As corridas

4.0

Rodrigo Mello largou na pole position devido ao sorteio previsto no regulamento que determinou a inversão dos sete primeiros colocados para a formação do grid de largada da prova decisiva do campeonato. Favoritos ao título, Muller saiu em quarto e Marcel Coletta em sexto.

Ainda no início da prova, Eloi Khouri foi tocado por outro competidor e acabou rodando no fim da reta oposta. Seu carro desgovernado colidiu com Marcel Coletta, causando o abandono de ambos na prova -e abrindo caminho para o título de Müller no processo.

No início da terceira volta, Ricardo Baptista fez a ultrapassagem em Alceu Feldmann e assumiu a liderança da prova. Simultaneamente, Neugebauer superava Marçal e pulava para a terceira posição. Na reta oposta, Miguel Paludo veio no embalo de Werner e também ultrapassou Müller, que àquela altura já havia sido avisado pelo rádio do abando de Coletta.

O top5 ao término da terceira passagem tinha: Baptista, Feldmann, Neugebauer, Paludo e Müller. Na GT3, Rodrio Mello era o líder com Sylvio de Barros em segundo, Marcelo Franco em terceiro e Maurizio Billi em quarto.

Com dez minutos de prova, Baptista seguia comandando o pelotão com um segundo de vantagem sobre Feldman. Neugebauer vinha em terceiro sofrendo forte ataque de Paludo. Marçal seguia em quinto lugar, a uma prudente distância dos quatro primeiros.

Na volta sete, Pedro Aguiar superou Rodrigo Mello e assumia a sétima posição geral da prova. Mello seguia na liderança da GT3, com Sylvio de Barros em segundo e Marcelo Franco em terceiro.

Restando oito minutos para o término da prova, Feldmann se aproximava de Baptista na luta pela liderança da prova e trazia junto Werner e Paludo.

Com menos de cinco minutos para o final da corrida, Feldmann tentou a ultrapassagem em cima de Ricardo, colocando de lado na entrada do “s” do Senna. Lado a lado na reta oposta, Baptista defendeu bem a posição e manteve a ponta. Werner e Paludo se aproximavam da disputa deixando a briga pela vitória totalmente aberta.

Na penúltima volta, Alceu fez nova tentativa de superar Ricardo, que defendeu bem a posição e manteve a ponta. Werner tentou se aproveitar da situação e emparelhou o carro #8 com Alceu, buscando a segunda colocação. Paludo, que vinha em quarto lugar, fez grande manobra e superou os dois concorrentes à sua frente, pulando para o segundo lugar.

Na última volta, quando as posições pareciam sacramentadas, Miguel tentou a ultrapassagem em cima de Ricardo e acabou espremido para fora da pista. A manobra garantiu a vitória de Baptista e fez Werner e Feldmann assumirem a segunda e terceira posições, respectivamente. Paludo finalizou a prova em quarto lugar e Marçal em quinto, posição que lhe garantiu o titulo da temporada.

Na GT3, Mello venceu a prova e garantiu o troféu de campeão. Sylvio foi o segundo, Franco o terceiro, Billi o quarto e Adalberto Baptista o quinto.

3.8

Partindo da primeira posição após inversão de seis posições no grid, Marco Billi manteve a liderança na primeira volta e trouxe com ele Fran Lara e Enzo Elias. Na tentativa de ganhar posições, Matheus Iorio teve contato com um adversário e caiu para último lugar. Felipe Baptista ganhou duas posições e aparecia em quarto.

Na segunda passagem, Enzo já era o primeiro colocado e iniciava o domínio da corrida, Felipe já figurava em segundo lugar e buscava se aproximar do líder, enquanto Iorio fazia uma prova de recuperação e aparecia em 16º lugar.

Na quinta volta, Billi acabou rodando e perdeu a primeira posição na classe GT3. Lara assumia a liderança trazendo com ele Urubatan, Ayman Darwich e Lucas Salles. Lá na frente, Enzo aumentava volta após volta a diferença e acumulava mais de seis segundos de vantagem para Felipe.

Com 12 minutos de prova, Elias continuava absoluto na liderança com quase sete segundo de vantagem para Felipe. Iorio continuava a sua recuperação e já era o 10º colocado. Pela GT3, Lara liderava a corrida com Urubatan em segundo e Salles em terceiro. Darwich e Feffer protagonizavam o duelo da corrida, batalhando pela quinta colocação.

Após grande disputa, Feffer colocou por dentro, entrada no “s” do Senna e fez a ultrapassagem em cima do carro #555 para assumir a sexta posição no geral da prova. Comandando o pelotão, Enzo já tinha mais de 10 segundos de vantagem para Felipe e caminhava para confirmar o título na classe Carrera Cup 3.8, com Matehus Iorio em sétimo.

Soberano na prova, Enzo finalizou a corrida com estilo e confirmou o seu primeiro título na categoria. Felipe Baptista foi o segundo colocado. Na GT3, Lara foi o vencedor, Salles terminou em segundo e Urubatan, Feffer e Darwich completaram o top 5.

O que eles disseram:

“Fiz uma campanha muito constante, usei a cabeça desde o início do ano. Essa última etapa não teve um resultado expressivo, mas finalizar o campeonato sendo campeão é muito gratificante depois de começar o fim de semana com tantos problemas. Estou muito feliz, vamos com tudo no ano que vem defender o título.”

Marçal Müller

“Eu inverti a estratégia que o Felipe adotou ontem. Usamos o trunfo do pneu novo e deu certo. Nossa expectativa era abrir no começo e manter até o final. Deu mais certo do que eu esperava e abri uma vantagem maior do que o que pensamos. Tudo se deve ao trabalho que tivemos e a calma na hora da largada. Consegui fazer 100% do que queríamos e estou bem feliz. Quero agradecer a todos da equipe pelo ótimo trabalho”.

Enzo Elias

“Consegui fazer uma temporada muito boa. Terminei só uma prova abaixo do terceiro colocado, quando levei um toque e acabei em quinto. Consegui um desempenho bom durante toda a temporada, com uma ótima adaptação ao carro. Na somatória geral dos pontos, fui o primeiro colocado na tabela com 26 pontos na frente, mas com os descartes fico quatro pontos atrás. São as regras do campeonato, estou bem feliz com a minha campanha. Mostrei muita velocidade no meu primeiro ano com os carros e é isso. É seguir a carreira e ver o que vai acontecer daqui para frente. ”

Felipe Baptista

“Não poderia ter um fim de semana melhor. Estou muito satisfeito em terminar em terceiro lugar no geral, competir com os caras da Carrera Cup não é fácil. Estou muito feliz”.

Fran Lara

“Fiz uma prova totalmente pensada. Procurei não me empolgar largando da pole geral e não quis ser combativo após a largada, pois isso só poderia me prejudicar. Administrei a corrida, mas o alarme começou a apitar no fim e isso trouxe mais emoção ainda. Foi uma temporada de alto e baixos e muito difícil, devido ao nível dos meus adversários. É um campeonato que eu celebro muito, pois foi realmente muito difícil.”

Rodrigo Mello

“Foi muito legal, muito emocionante conseguir duas vitórias nas últimas três corridas. Foi muito legal, o carro estava muito bom no começo e consegui passar o Alceu no início. Depois do toque no Alceu meu carro ficou muito difícil de dirigir, mas no final deu tudo certo.”

Ricardo Baptista

Resultados (sujeito à confirmação dos comissários):

4.0
1. Ricardo Baptista, 17 voltas em 27:57.385
2. Werner Neugebauer, a 0.287
3. Alceu Feldmann, a 0.677
4. Miguel Paludo, a 1.444
5. Marçal Müller, a 7.011
6. Lico Kaesemodel, a 7.428
7. Rodrigo Mello*, a 9.298
8. Pedro Aguiar, a 9.977
9. Sylvio de Barros*, a 11.291
10. Marcelo Franco*, a 18.058
11. Maurizio Billi*, a 20.883
12. Adalberto Baptista*, a 31.646
13. Rodolfo Toni*, a 33.118
14. Marcelo Tomasoni*, a 33.306
15. Carlos Ambrósio*, a 59.140
16. Pedro Marreiros*, a 59.307
17. Renato Braga, a 11 voltas
18. Eduardo Azevedo, a 15 voltas
19. Marcel Coletta, a 17 voltas
20. Eloi Khouri, a 17 voltas
* GT3 Cup 4.0

3.8
1. Enzo Elias, 16 voltas em 26:45.093
2. Felipe Baptista, a 10.899
3. Fran Lara*, a 18.461
4. Lucas Salles*, a 31.016
5. Matheus Iorio, a 31.548
6. Urubatan Jr.*, a 32.016
7. Zeca Feffer*, a 35.634
8. Ayman Darwich**, a 37.712
9. Marco Billi*, a 39.454
10. Nelsinho Marcondes**, a 43.456
11. Cesar Urnhani*, a 50.687
12. Ramon Alcaraz*, a 53.577
13. Léo Sanchez**, a 53.824
14. Nelson Monteiro*, a 59.708
15. Eduardo Menossi**, a 1:17.675
16. Paulo Totaro**, a 1:18.571
17. André Gaidzinski**, a 1:21.343
18. Georgios Frangulis**, a 1:31.123
19. Sang Ho Kim**, a 1 volta
20. Francisco Horta*, a 13 voltas
* GT3 Cup 3.8
** Sport 3.8

Os campeonatos

Carrera Cup 4.0 (com descartes e critérios de desempate aplicados)
1. Marçal Müller, 164 pontos
2. Marcel Coletta, 156
3. Miguel Paludo, 156
4. Vitor Baptista, 154
5. Ricardo Baptista, 146
6. Werner Neugebauer, 135
7. Alceu Feldmann, 119
8. Eloi Khouri, 112
9. Pedro Aguiar, 102
10. Rodrigo Mello, 73
11. Sylvio de Barros, 66
12. Maurizio Billi, 63
13. Adalberto Baptista, 53
14. Dominique Teysseyre, 34
15. Rouman Ziemkiewicz, 29
16. Carlos Ambrósio, 23
17. Lico Kaesemodel, 19
18. Daniel Schneider, 14
19. Tom Filho, 14
20. Foressi, 14
21. Marcelo Franco, 9
22. Marcelo Tomasoni, 6
23. Rodolfo Toni, 6
24. Renato Braga, 5
25. Carlos Renaux, 4
26. Neto, 2
27. Pedro Marreiros, 0
28. Eduardo Azevedo, 0

GT3 Cup 4.0 (com descartes e critérios de desempate aplicados)

1. Rodrigo Mello, 85 pontos
2. Sylvio de Barros, 79
3. Maurizio Billi, 75
4. Adalberto Baptista, 70
5. Dominique Teysseyre, 42
6. Rouman Ziemkiewicz, 35
7. Carlos Ambrósio, 29
8. Foressi, 21
9. Tom Filho, 19
10. Marcelo Franco, 13
11. Rodolfo Toni, 12
12. Marcelo Tomasoni, 10
13. Carlos Renaux, 6
14. Pedro Marreiros, 4
15. Neto, 3

Carrera Cup 3.8 (com descartes e critérios de desempate aplicados)

1. Enzo Elias, 200 pontos
2. Felipe Baptista, 196
3. Matheus Iorio, 182
4. Fran Lara, 136
5. Marcelo Tomasoni, 114
6. Urubatan Jr., 104
7. Nelson Monteiro, 92
8. Francisco Horta, 78
9. Marco Billi, 68
10. Ramon Alcaraz, 66
11. Nelsinho Marcondes, 61
12. Cesar Urnhani, 57
13. Lucas Salles, 53
14. Zeca Feffer, 47
15. Ayman Darwich, 40
16. Paulo Totaro, 30
17. Márcio Mauro, 29
18. Eduardo Menossi, 27
19. André Gaidzinski, 22
20. Léo Sanchez, 22
21. Murilo Coletta, 20
22. Pedro Marreiros, 16
23. Sang Ho Kim, 15
24. Raphael Reis, 12
25. José Carlos Vitte, 10
26. Alessandro Marchini, 7
27. Gustavo Kiryla, 5
28. Matheus Coletta, 0
29. Paulo Pomelli, 0
30. Georgios Frangulis, 0

GT3 Cup 3.8 (com descartes e critérios de desempate aplicados)

1. Fran Lara, 99 pontos
2. Urubatan Jr., 66
3. Nelson Monteiro, 59
4. Francisco Horta, 47
5. Ramon Alcaraz, 40
6. Marco Billi, 37
7. Nelsinho Marcondes, 35
8. Lucas Salles, 34
9. Cesar Urnhani, 34
10. Zeca Feffer, 26
11. Ayman Darwich, 23
12. Márcio Mauro, 15
13. Paulo Totaro, 12
14. André Gaidzinski, 11
15. Alessandro Marchini, 5
16. José Carlos Vitte, 5
17. Eduardo Menossi, 5
18. Sang Ho Kim, 4
19. Léo Sanchez, 3
20. Georgios Frangulis, 0
21. Paulo Pomelli, 0

Notícias

Página inicial