Motor On Line
Notícias-

Paludo é o pole na Carrera Cup 4.0 do Porsche Cup em Interlagos
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: Luca Bassani
Na classe 3.8 Enzo Elias larga pela quinta vez na posição de honra.

A temporada 2019 ficou marcada pela força da nova geração na Porsche Cup Império. Mas na etapa mais charmosa do calendário, a preliminar do GP Brasil de F1, quem vai largar em primeiro é o maior campeão da categoria dos carros de competição mais produzidos no mundo. Com uma tocada impecável e o uso do vácuo digno de quem largou mais de uma centena de vezes na Nascar e boa dose de precisão em avaliar as mudanças da pista para tirar o máximo do carro nos trechos mais travados, Miguel Paludo colocou a máquina #7 da Brandt na posição de honra mais uma vez.

O resultado mantém vivas as esperanças do gaúcho em levantar mais um título. Ele ainda pode ser campeão, dependendo de uma combinação de resultados e com os descartes previstos em regulamento.

Ao seu lado no grid parte o segundo vencedor do Porsche Junior Program, Marcel Coletta com a máquina #177. O competidor de 18 anos de idade iniciou o ano com o pé esquerdo, mas depois de “gabaritar” a terceira etapa do ano no Velo Città, foi quem mais somou pontos na segunda metade da temporada. O piloto Cimed pode ser o mais jovem campeão da história da categoria se mantiver seu retrospecto recente na rodada dupla deste fim de semana.

Na segunda fila largam os dois últimos campeões de sprint da Porsche Cup: Werner Neugebauer e Lico Kaesemodel. Vencedor da última etapa de Endurance, Ricardo Baptista larga em quinto, com Eloi Khouri ao seu lado.

A quarta fila também é de postulantes ao título: Marçal Müller, que busca o caneco na Carrera Cup 4.0 contra Coletta e Paludo; e Rodrigo Mello, postulante ao troféu da classe GT3 Cup. Curiosamente, tanto Müller quanto Mello tiveram que superar contratempos em suas jornadas no quali. O competidor do #544 acelerou com o capô levantado no início, passou pelo box e depois seguiu com o parabrisa trincado. O do #29 perdeu a primeira metade do treino e só registrou sua melhor volta na última passagem, desbancando Maurizio Billi da pole da classe de entrada.

Alceu Feldmann e Billi completam o top10. A corrida da classe 4.0 abre os trabalhos deste sábado, com largada prevista para 10h30. É a única prova da etapa que será transmitida em VT, pelo canal Sportv 3 às 13h.

Na classe 3.8 as três primeiras posições do grid novamente ficaram com o trio candidato ao título da Carrera Cup. E novamente prevaleceu Enzo Elias. O competidor do carro #73 cravou sua quinta pole em seis tomadas de tempo em 2019. Ao seu lado parte Matheus Iorio (#34), com Felipe Baptista alinhando a máquina #121 com as cores da Shell em terceiro lugar.

Lucas Salles mostrando ótima adaptação à categoria, cravou o quarto tempo e a pole na classe GT3 Cup.

Urubatan Junior e Nelson Monteiro partem da terceira fila. Favorito ao título da classe de entrada, Fran Lara larga em sétimo, ao lado de Marco Billi. Nelsinho Marc e Chico Horta completam o top10. A prova da classe 3.8 encerra a jornada no sábado, com largada às 16h30 e transmissão ao vivo do Sportv 2 às 16h30.

Os qualis

4.0

Marçal Müller, segundo colocado na tabela de pontos e um dos candidatos ao título, foi o primeiro a sair da pista e contou com um problema inesperado. Ao sair da área de box, o capô do carro #544 soltou e ficou pendurado no seu parabrisa. Mesmo sem visibilidade, o piloto conseguiu retornar ao pit para fazer os reparos necessários e retornar à pista.

Miguel Paludo foi o primeiro piloto a registar uma volta rápida com o tempo de 1:40.803. Logo em seguida, Werner Neugebauer baixou a marca em para 1:39.287, mostrando que a pista ficava mais rápida a cada passagem dos pilotos.

Com a melhora da pista, os pilotos iam baixando volta a volta suas marcas. Na sexta passagem, Paludo e Neugebauer giravam abaixo da casa de 1:38. De volta a pista, Müller era apenas o décimo colocado com o parabrisa estilhaçado, enquanto Marcel Coletta, outro concorrente ao título, fazia a melhor volta com o tempo de 1:37.732. Na classe GT3, Maurizio Billi, com a marca de 1:38:518 era o mais rápido e quarto colocado no geral seguido por Sylvio de Barros e Carlos Ambrósio.

A metade final do treino começou com Marcel Coletta melhorando a sua marca e passando para a primeira posição. Postulante ao título, Marçal finalmente conseguia encaixar uma boa volta e subia para o quarto posto com o tempo de 1:38.208. Voltando à categoria, o ex-campeão Lico Kaesemodel marcava o terceiro tempo com a marca de 1:38.283 e colocava o carro #63 na briga direta pela pole.

Mas Paludo mostrava que não daria chance para ninguém. O piloto da máquina #7 aproveitou o embalo da volta anterior, quando já havia feito uma excelente marca, fez os dois melhores primeiros setores da pista e fechou a volta voadora em 1:36.365, colocando um segundo de vantagem para o segundo colocado.

Restando cinco minutos para o fim da sessão, Paludo mantinha a liderança seguido por Coletta, Werner, Kaesemodel e Khouri. Na GT3 Cup, Billi mantinha ponta com Sylvio de Barros em segundo e Adalberto Baptista em terceiro.

Nas voltas finais, Marcel Coletta ainda melhorou o seu tempo, mas a pole ficou mesmo com Miguel Paludo. Coletta sairá em uma boa segunda posição, com Neugebauer em terceiro, Kaesemodel em quarto e Ricardo Baptista em quinto. Marçal Müller, que briga pelo título parte do sétimo lugar.

Pela GT3, Rodrigo Mello enfrentou problemas no início do treino e precisou de apenas uma volta rápida para cravar a pole position com o tempo de 1:38.278, deixando Maurizio Billi em segundo.

3.8

Com a ameaça da chuva voltar a qualquer momento, todos os pilotos foram para a pista logo após a bandeira verde. Líder do campeonato, Felipe Baptista foi atrapalhado por um concorrente na sua primeira volta rápida e abortou a tentativa.

Matheus Iorio, um dos candidatos ao título foi o primeiro a marcar uma volta rápida com o tempo de 1;41.195. Enzo Elias, segundo colocado no campeonato, fritava os pneus na tentativa de virar mais rápido.

Na sua terceira tentativa, Felipe Baptista baixou em um décimo a marca de Iorio e assumiu a ponta da tabela com a marca de 1:39.659. Enzo Elias era o terceiro colocado e Nelson Monteiro o líder da classe GT3 3.8 e quarto no geral.

Com 10 minutos de treino, Iorio passava a ser o piloto mais rápido da pista novamente com o tempo de 1:39.248. Na GT3, Nelsinho Marcondes assumia a liderança com Chico Horta em segundo e Nelson Monteiro em terceiro lugar.

Restando 15 minutos para o término do quali, Enzo Elias assumia a liderança do treino após fazer a marca de 1:38.965. Na GT3 Cup, Fran Lara, nono colocado, tentava melhorar a sua posição. Quem subia na tabela de tempos era Urubatan Junior, que fazia a volta em 1:39.826 e assumia a liderança da classe por uma volta, pois Lucas Salles, em sua primeira tentaiva, fez o tempo de 1:39.298 e entrou na disputa da pole na classe, deixando Urubatan em segundo e Marcondes no terceiro lugar.

Após trocarem os pneus, Elias, Iorio e Baptista voltaram para a pista para disputar os minutos finais do treino e o que se viu foi uma grande alternância dos três pilotos nas três primeiras colocações.

Restando menos de cinco minutos a classificação apontava Enzo em primeiro lugar, Matheus em segundo e Felipe em terceiro, separados por apenas meio segundo. Nos minutos finais, uso de bandeira amarela para alerta por um carro parado na pista obrigou os pilotos a tirarem o pé e a ordem de largada seguiu inalterada.

Com isso, Enzo Elias marcou a quinta pole de seis possíveis na temporada, seguido de Matheus Iorio e Felipe Baptista. Na GT3, Lucas Salles foi o mais rápido com Urubatan completando a primeira fila e Nelson Monteiro, Fran Lara e Marco Billi fechando o top 5.

O que eles disseram:

“Estou feliz em voltar largar em primeiro lugar nessa etapa. É uma etapa especial e nada melhor do que tentar buscar esse título. Diferentemente do ano passado, nós temos chances, mesmo que remotas. Nós nunca desistimos e a pole é o primeiro passo. Vou procurar fazer uma boa prova amanhã e quero agradecer a minha equipe que me deu um carro muito rápido. Nada melhor do que colocar o carro da Brandt na frente com milhares de pessoas assistindo”.

Miguel Paludo

“Estou feliz demais com o trabalho de todos. Essa pole é excepcional para o nosso campeonato. Vamos curtir a pole e guardar as emoções, pois o campeonato será decidido com as provas de sábado e domingo. É pé no chão, sabemos que temos um bom ritmo e um bom carro. Espero poder vencer a primeira corrida e administrar a segunda para levar o título para casa.”

Enzo Elias

“Cheguei muito confiante, a gente foi muito rápido em Goiânia e eu estava seguro que o carro estava rápido. No começo do treino meu carro quebrou e passei a maior parte do quaki no box. Sai com o carro velho para sentir a pista e só tive tempo de dar uma volta. Foi muito legal, o primeiro passo está dado.”

Rodrigo Mello

“Foi muito bom. Tive um problema de pressão de água logo no começo. Conseguimos resolver rapidamente e pegar a pista livre na minha saída. Tem um gosto especial fazer a pole hoje, com todos os pilotos da Fórmula 1 aqui, é um fim de semana especial. Vou fazer uma largada com cautela para evitar problemas na curva um e guiar com cabeça para vencer.”

Lucas Salles

“Esse fim de semana é correr com o regulamento em baixo do braço. Não que eu tenha folga, mas eu tenho que chegar na frente do Marçal nas duas corridas e levar o título para casa. Acho que nosso foco nesse fim de semana não é a vitória. É fazer bastante pontos e levar o título para casa.”

Marcel Coletta

“É animador. Brigamos o ano inteiro com o nosso desempenho durante as classificações. Ficar entre o Enzo e o Felipe mostra uma boa evolução. Sei que posso dar na corrida e é animador comparando com as outras etapas.”

Matheus Iorio

“O classificatório na Fórmula 1 já é todo atípico já que não tem treino antes. Na primeira volta o capô já abriu e quebrou o vidro. Espero ter gastado todo o estoque de azar e ter mais sorte amanhã. Foi o máximo que consegui fazer e é isso. Tem a inversão do grid para domingo, vamos tentar somar bastante ponto e ver o que acontece. Tem bastante coisa para acontecer ainda”.

Marçal Müller

“É verdade que foi minha primeira etapa chegando direto para classificar o carro, sem antes fazer um treino livre. Mas já acumulamos boa quilometragem com o carro ao longo do ano, e Interlagos é uma pista onde eu sempre andei bem, inclusive vencendo em meu primeiro fim de semana correndo de carro. Então temos que avaliar os dados, entender por que faltou velocidade nas retas hoje e voltar mais forte. Sair em terceiro não é tão mal e vamos trabalhar para fazer uma corrida limpa e avançar amanhã”.

Felipe Baptista

Os Grids

4.0
1. Miguel Paludo, 1:36.365
2. Marcel Coletta, 1:37.077
3. Werner Neugebauer, 1:37.485
4. Lico Kaesemodel, 1:37.689
5. Ricardo Baptista, 1:37.726
6. Eloi Khouri, 1:37.889
7. Marçal Müller, 1:38.043
8. Rodrigo Mello, 1:38.278 *
9. Alceu Feldmann, 1:38.421
10. Maurizio Billi, 1:38.601 *
11. Sylvio de Barros, 1:38.701 *
12. Pedro Aguiar, 1:38.737
13. Adalberto Baptista, 1:39.232 *
14. Carlos Ambrósio, 1:39.255 *
15. Renato Braga, 1:39.277
16. Marcelo Franco, 1:39.365 *
17. Marcelo Tomasoni, 1:39.423 *
18. Rodolfo Toni, 1:39.980 *
19. Pedro Marreiros, 1:41.339 *
20. Eduardo Azevedo, 1:43.974
* GT3 Cup

3.8
1. Enzo Elias, 1:38.496
2. Matheus Iorio, 1:38.766
3. Felipe Baptista, 1:38.900
4. Lucas Salles, 1:39.298*
5. Urubatan Jr., 1:39.711*
6. Nelson Monteiro, 1:39.715*
7. Fran Lara, 1:39.777*
8. Marco Billi, 1:39.866*
9. Nelsinho Marc, 1:39.883*
10. Francisco Horta, 1:40.044*
11. Ayman Darwich, 1:40.389*
12. Paulo Totaro, 1:40.653*
13. Zeca Feffer, 1:40.851*
14. André Gaidzinski, 1:41.096*
15. Léo Sanchez, 1:41.098*
16. César Urnhani, 1:41.588*
17. Sang Ho Kim, 1:42.350*
18. Eduardo Menossi, 1:42.546*
19. Georgios Frangulis, 1:43.534*
20. Ramon Alcaraz, sem tempo*
* GT3 Cup

Notícias

Página inicial