Motor On Line
Notícias-

Rally: GS Racing define campeão da Copa Troller final de semana
Reportagem: Aline Ben da Costa
Foto: Doni Castilho
Comunicação 4x4
Equipe já garantiu os dois primeiros lugares da categoria Master com Gustavo Schmidt / Tiago Poisl e Flávio Kath / Rafain Walendowsky.

A GS Racing não deixou mais ninguém vencer as provas da Copa Troller em 2019 pela Master, categoria destinada aos competidores mais experientes. E o resultado foi o título antecipado da equipe, garantido com uma prova de antecedência depois da etapa realizada em Pouso Alegre (MG), ainda no mês de julho, e vencida pelo piloto Gustavo Schmidt, o Guga, e o navegador Tiago Poisl. As duas primeiras provas do ano tiveram como campeã outra dupla da GS Racing, o piloto Flávio Roberto Kath (Poder) e o navegador Rafain Walendowsky, atuais tricampeões da competição. Neste sábado, dia 21 de setembro, eles decidem quem serão os campeões de 2019 na última prova do ano em Ribeirão Preto (SP).

As duas duplas ocupam os dois primeiros lugares da classificação geral da Master, com Gustavo e Tiago na liderança, mas com apenas nove pontos de vantagem para Flávio e Rafain. As duplas da GS Racing tem praticamente o dobro de pontos do terceiro colocado na classificação geral da categoria. "A Copa Troller é uma prova muito técnica. Nós ficamos muito parelhos nas duas primeiras provas e na terceira o Guga e o Tiago andaram um pouco melhor. É um campeonato que acaba sendo curto, tem quatro provas, então o título é decidido no detalhe", destaca Rafain.

Dupla nova em ano mágico

Guga e Tiago começaram a competir juntos em 2018 e no mesmo ano venceram o Troller Brasil Festival, prova de encerramento da temporada da marca. Em 2019, a dupla já conquistou o Sertões, foi vice-campeã do Transcatarina e disparou na classificação geral do Campeonato Catarinense de Rally Regularidade 4x4. Agora o desafio é vencer uma das competições mais difíceis do país, a Copa Troller. Para Guga a dupla com Tiago em 2019 está em um ano mágico e vencer a competição pela categoria Master seria o ápice. "Viemos de vitória na última prova da Copa Troller e vitória do Sertões, com certeza vamos muito motivados para esta final. Nosso carro está revisado e pronto para mais um desafio", diz o piloto líder da Master.

A última etapa da Copa Troller terá um grid de 140 carros, sendo 20 somente na categoria destinada aos competidores mais experientes. "É o campeonato mais difícil, com provas pegadas e muita gente boa competindo", destaca Guga. "A expectativa é de mantermos nosso ritmo. Estamos bem treinados do Sertões e contentes, pois a perspectiva é de encontrarmos em Ribeirão Preto uma prova que gostamos muito, com laços, passando em canaviais e com médias altas. Com certeza será uma grande disputa", complementa o navegador.

Guga e Tiago já venceram a Copa Troller juntos em 2016, porém em duplas separadas e em uma categoria inferior. "Casualmente fui campeão na Graduado com o Guga não andando com ele. O navegador que iniciou a competição abandonou a Copa e ele trocou de dupla. Assim tive a felicidade de somar mais pontos que os outros navegadores e garantir o título naquele ano", relembra Tiago.

Além de ter conquistado o título de piloto em 2016 pela Graduado, Guga também foi campeão da Copa Troller como navegador em 2011 na Master. Agora, ao lado de Tiago, o piloto lidera a competição na busca por mais um título, mas sabe que conta com uma disputa forte dentro da equipe. "Temos que estar calmos para não cometermos nenhum erro. Pelo o que vimos a prova vai ser uma das mais difíceis já realizadas na Copa Troller e precisamos ser muito competes para vencer do Flávio e do Rafain, tricampeões da competição. Nossos carros têm praticamente a mesma preparação, então a diferença vai ser na competência e na sorte", acredita Guga.

Na busca pelo tetracampeonato

Com a calma e a experiência de quem já tem três títulos da Copa Troller pela categoria Master, Rafain afirma que o principal objetivo já foi alcançado neste ano: garantir o título para a equipe GS Racing. "Já conseguimos o resultado para a equipe que era o primeiro e segundo lugares, que era o nosso objetivo desde o início do ano. Então agora fica a briga interna, uma briga saudável. Quem levar o troféu pra casa vai ser merecido", afirma.

Para o navegador o segredo é não mudar a preparação que normalmente fazem para a prova. O principal é manter a dupla concentrada. "A expectativa é de mais uma prova boa como sempre é a etapa de Ribeirão Preto. A gente está concentrado, então a preparação é a de sempre, aquela conversa com os amigos antes da prova na sexta-feira, no sábado se concentrar e na prova ir pra cima", conta Rafain.

Com previsão de clima quente e alta probabilidade de chuva, a prova final da Copa Troller terá um total de 80 a 110 quilômetros, de acordo com a categoria, e duração em torno de cinco horas. Além de Ribeirão Preto, as trilhas incluem trechos nas cidades de Serrana e Altinópolis e diferentes tipos de piso, como areia, terra e pedra, para testar os recursos fora de estrada do Troller T4 e a habilidade dos pilotos e navegadores.

Após a final da Copa Troller em Ribeirão Preto, a temporada de competições da marca se encerra no dia 9 de novembro com o Troller Brasil Festival que acontece em Campinas (SP).

Notícias

Página inicial