Motor On Line
Notícias-

Stock Car: pilotos elogiam pneus e estratégia na classificação será chave
Reportagem: Cleber Bernuci
Foto: Vanderley Soares
P1 Media Relations
Sessão que define o grid terá quatro etapas e carros não poderão ser alterados para o domingo, largando com os mesmos pneus e quantidade de combustível.

A sexta-feira (23) em Interlagos abriu os trabalhos para a Corrida do Milhão, sétima etapa da temporada 2019 da Stock Car, que acontece neste domingo (25) na capital paulista. Os dois treinos livres aconteceram em condições distintas: o primeiro com baixas temperaturas e pista ligeiramente molhada ainda pela manhã; e na parte da tarde, o sol apareceu e secou o asfalto. Foi quando os pilotos puderam tirar o melhor de seus equipamentos.

O dia também foi de familiarização com os novos pneus Pirelli PZero DM, que são mais macios em relação à borracha fornecida atualmente pela empresa e que serão usados na próxima temporada, em 2020.

“Pneu mais macio significa mais aderência, e esta é uma condição positiva. Eu gostei bastante, principalmente por voltar a andar em Interlagos, que tem um asfalto muito bom. Então o desgaste, que naturalmente é mais acentuado, aqui não deve ser tão relevante”, avaliou Rafael Suzuki, que fechou o dia entre os 15 mais rápidos. “Gostei também da evolução que tivemos hoje. Não começamos do jeito que queríamos, mas o carro foi melhorando muito rapidamente, e amanhã ainda vamos continuar neste passo”, disse o piloto do carro #8 da Hot Car Competições.

O estreante Pedro Cardoso, que disputa a Corrida do Milhão pela primeira vez – assim como pilota em Interlagos pela primeira vez na Stock Car -, também analisou o passo da evolução do carro #143 durante os treinos livres. “A primeira sessão aconteceu com a pista um tanto úmida, e era uma condição ruim tanto para andar com pneus de pista seca como de pista molhada, então não serviu de muita coisa. Já no segundo treino já pudemos coletar muitas informações. Como não tenho referência em Interlagos com o pneu anterior, eu só senti uma ligeira diferença no tempo de aquecimento, que ao contrário do que imaginávamos, no meu carro demorou mais para alcançar a temperatura ideal. E isso pode ser uma boa vantagem para a corrida”, afirmou o brasiliense de 20 anos que concluiu as atividades na 26ª colocação.

Segundo o chefe da Hot Car, Amadeu Rodrigues, a classificação deste sábado (24), ao meio-dia (e com transmissão ao vivo pelo site globoesporte.com) vai definir a estratégia da corrida, uma vez que, definido o grid de largada, os carros vão para o regime de parque fechado e não poderão passar por manutenção das equipes.

“Todo mundo está avaliando o que vale a pena. Em Interlagos serão quatro fases de classificação, e quem for disputar a pole vai ter completado algo próximo de 20 voltas de pneu e combustível com os quais terão de largar no dia seguinte. Então, teoricamente, quem ficar nas fases anteriores pode ter alguma vantagem por ter mais gasolina e o pneu menos desgastado”, explicou.

Amadeu destaca, porém, que todos irão lutar pela pole. “Ninguém vai ficar brigando para largar em sétimo, oitavo. Todo mundo quer ir para frente, porque querendo ou não largar na frente ainda é mais vantajoso. Mas as posições de largada aqui em Interlagos serão fundamentais no trabalho de estratégia das equipes. Nossos carros estão bons e a sexta-feira correu sem nenhum tipo de problema”, concluiu.

O sábado (24) em Interlagos começa às 9h25 com o terceiro treino livre, e a classificação que define o grid de largada tem início ao meio-dia. A Corrida do Milhão acontece neste domingo (25) às 11h30 com transmissão ao vivo pela TV Globo.

Programação da Corrida do Milhão

Sábado, dia 24
9h25 às 10h30 – 3º Treino Livre
12h00 às 13h00 – Classificatório
13h10 – GP do Bem

Domingo, dia 25
9h30 às 10h30 – Visitação aos Boxes
11h30 – Largada (40 minutos + 1 Volta)

Notícias

Página inicial