Motor On Line
Notícias-

Team Ginetta Brasil corre etapa em Santa Cruz do Sul de Endurance
Reportagem: Bispo Neto
Foto: Rodrigo Ruiz
MRT
Team Ginetta Brasil corre etapa em Santa Cruz do Sul de Endurance.

O Team Ginetta Brasil está pronto para mais um desafio na Império Endurance Brasil 2019, com a terceira etapa que será realizada na sexta e sábado (14 e 15/6), no Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS). Depois do quarto lugar em Curitiba e a vitória em Goiânia na categoria P1, a equipe dos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim já está com seu protótipo Ginetta G57 revisado e pronto para disputar as Três Horas de Santa Cruz do Sul. A primeira vitória na categoria P1 e a durabilidade do carro deixaram todos no Team Ginetta Brasil empolgados para a corrida deste sábado, que deve reunir quase 40 carros em seu grid.

A participação do Team Ginetta Brasil foi muito boa em Goiânia, mas poderia ter sido melhor na segunda etapa do Império Endurance Brasil 2019. Durante asQuatro Horas de Goiânia, realizada no dia 25 de maio, o piloto Fábio Ebrahim largou com o protótipo Ginetta G57 do quarto lugar do grid, assumiu a segunda posição naGeral nas primeiras voltas e fez uma boa primeira participação. Na segunda tocada, Wagner Ebrahim assumiu o comando do carro com 40 voltas e com 12 voltas percorridas assumiu a liderança na Geral. Na volta 84, Pedrinho Aguiar assumiu o G57, retornando a pista em terceiro lugar e na volta 92 voltou à liderança. Na última troca de pilotos, a equipe perdeu um minuto a mais na parada nos boxes, para apertar os parafusos que prendem o volante, perdendo a liderança na Geral. Mesmo assim,Wagner Ebrahim fez boa corrida e concluiu a prova em segundo na Geral e em primeiro na categoria P1.

O Ginetta G57 utilizado pelos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim é de fabricação britânica, um dos protótipos mais rápidos do Mundo. Equipado com o motor do Novo Camaro e Corvette, um Chevrolet V8, de 6,2 litros, com bloco de alumínio e sistema de óleo de cárter seco, que gera 575 cavalos de potência, desenvolvido e preparado pela Ginetta. Seu peso é 940 quilos e tem velocidade final de 300 km/h. O cockpit é todo produzido em fibra de carbono, foi aprovado em crasch-test da FIA e no Brasil, o G57 terá auxílio técnico dos engenheiros Ubiratan (mecânico) e Vinícius (elétrico), do Team Ginetta Brasil.

Para a terceira etapa em Santa Cruz do Sul, o Team Ginetta Brasil já fez uma revisão geral no Ginetta G57, que está pronto para mais esse desafio nas Três Horas de Santa Cruz do Sul. O ponto forte da equipe é a durabilidade e a constância em alta performance do G57 durante as corridas, que tem surpreendido a todos, em especial aos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim, que não vêm a hora de voltarem à pista. A equipe conta com o patrocínio da Construtora Álvaro Aguiar,apoio da Motul, Valorem, GT Shine e pneus oficias da Yokohama.

O piloto Fábio Ebrahim disse estar confiante em mais um bom resultado no sábado. "Conseguimos evoluir muito o Ginetta G57 na etapa passada, o que provou que fizemos a escolha certa. Além da durabilidade e a performance do carro, o que nos ajuda mais é o entrosamento dos pilotos, muito rápidos e com pouca diferença para o Wagner, que é o mais experiente entre nós. Queremos vencer na categoria P1 e vamos nos empenhar para isso", declarou Fábio Ebrahim.

Classificação:

Com duas etapas realizadas, em Curitiba e Goiânia, a classificação da Império Endurance Brasil 2019, na Categoria P1 é a seguinte:

1.º) Pedro Queirolo / David Muffato (P1 - AJR), 170 pontos;
2.º) Wagner Ebrahim / Pedro Aguiar / Fábio Ebrahim (P1 - Ginetta G57), 165;
3.º) Vicente Orige / Carlos Kray / Tarso Marques (P1 - AJR), 100 pontos;
3.º) Nilson Ribeiro / José Ribeiro (P1 - AJR), 65.

Na Força Livre Geral:

1.º) Xandy Negrão / Xandinho Negrão Negrão (GT3 - Mercedes AMG), 155 pontos;
2.º) Wagner Ebrahim / Pedro Aguiar / Fábio Ebrahim (P1 - Ginetta G57), 130;
3.º) Marcel Visconde / Ricardo Maurício (GT3 - Porsche 911), 120;
4.º) Chico Longo / Daniel Serra (GT3 - Ferrari 488), 110;
5.º) Vicente Orige / Carlos Kray / Tarso Marques (P1 - AJR), 100 pontos;
6.º) Alexandre Aurer / Leandro Romera (GT4 - Mercedes AMG), 95.

Notícias

Página inicial