Motor On Line
Notícias-

Britânico joga Lucas contra o muro e tira brasileiro da prova da Fórmula E
Reportagem: Rodolfo Siqueira
BestPR Comunicação
Em Mônaco, Di Grassi brigava por pontos importantes na campanha pelo bicampeonato.

Uma batida do inglês Alexander Sims (BMW Andretti) tirou momentaneamente do brasileiro Lucas Di Grassi a chance de brigar pela ponta do Campeonato de Fórmula E, neste sábado (11), nas ruas de Mônaco. O toque aconteceu na 31ª das 51 voltas da prova, quando o piloto da Audi Sport Abt Schaeffler ocupava a oitava colocação. Com o acidente, Di Grassi agora é o quinto colocado, a 17 pontos do primeiro colocado, o francês Jean-Eric Vergne, da equipe Techeetah. Di Grassi retomará a campanha pelo bicampeonato no dia 25 de maio, em Berlim.

“A corrida vinha sendo muito boa até o momento em que o Sims me empurrou para o muro. Acho que eu chegaria em sexto ou sétimo. Foi uma coisa completamente desleal. Eu não pude fazer nada, estávamos lado a lado, e ele me jogou no muro, quebrando as duas rodas. Fim de prova”, resumiu o brasileiro, que chegou a Mônaco na terceira posição.

“Começamos bem nos treinos livres, mas na classificação não foi legal, então a estratégia para a corrida era brigar por pontos”, conta Lucas, que largou em 13º. “Essa foi a primeira corrida que não pontuei este ano. É justamente o oposto do nosso objetivo – pontuar sempre neste campeonato tão competitivo. Perdemos um pouco de terreno em relação ao novo líder do campeonato, mas o jogo ainda está bastante aberto. Agora, vamos focar na etapa de Berlim, daqui duas semanas. Lá, teremos uma nova chance”, conclui o brasileiro. A vitória na corrida foi do francês Jean-Eric Vergne, que agora soma 87 pontos. Completaram os cinco primeiros os pilotos Oliver Rowland (Inglaterra, Nissan e.dams), Felipe Massa (Brasil, Venturi), Pascal Wehrlein (Alemanha, Mahindra) e Sebastien Buemi (Suíça, Nissan e.dams).

Notícias

Página inicial