Motor On Line
Notícias-

F-4 Alemã: depois de recorde Gianluca Petecof está em sétimo no campeonato
Reportagem: Luis Ferrari
Vencedor da primeira corrida do fim de semana em Oschersleben, brasileiro da Academia Shell Racing fica sem pontos no domingo.

Após quebrar o recorde de vitória com maior margem no Alemão de Fórmula 4, no sábado, o brasileiro Gianluca Petecof não somou pontos nas duas corridas deste domingo no circuito de Oschersleben. Mesmo assim, o piloto da Academia Shell Racing está a apenas 22 pontos do líder com 17 corridas pela frente.

A segunda corrida da rodada tripla começou com pista molhada e os pilotos atrás do safety car. Depois de cinco minutos, a bandeira verde foi agitada, e Petecof assumiu a liderança.

Petecof largou com pneus de chuva, e seus pneus funcionaram na primeira parte da prova, mas a pista começou a secar, e o brasileiro perdeu a liderança com 15 minutos de corrida. Em seguida, o safety car entrou na pista, e Gianluca aproveitou para colocar pneus slicks, ficando assim em igualdade de condições com a maior parte do pelotão.

Após o safety car voltar aos boxes, Gianluca iniciou grande recuperação, ultrapassando um a um seus adversários. Faltando três minutos, ele já era o sétimo colocado, o melhor com pneus slicks.

Ao tentar ultrapassar o companheiro de equipe Paul Aron na briga pelo terceiro lugar, Petecof teve a asa dianteira danificada. O brasileiro ainda seguiu na pista, mas, após uma disputa com Arthur Leclerc, saiu da pista, teve a asa definitivamente arrancada e abandonou.

Com sol em Oschersleben foi disputada a terceira prova, e o brasileiro partiu para a reação logo na primeira volta, subindo de 16º para 13º. Na sequência, uma fila de carros foi formada, e Gianluca ficou preso no tráfego.

Faltando 17 minutos, o brasileiro passou para 12º, mas logo em seguida teve um contato com Dennis Hauger, saiu da pista com a asa dianteira danificada e caiu para 16º.

Depois de uma passagem pelos boxes, Petecof até fez a volta mais rápida, mas já estava atrasado, e recolheu o carro aos boxes faltando cinco minutos para a bandeirada.

Piloto da Academia da Ferrari, Gianluca Petecof volta à pista já no próximo fim de semana na abertura do Italiano de F4, em Vallelunga. Pelo Alemão, o brasileiro disputa a segunda etapa nos dias 8 e 9 de junho em Spielberg (Áustria).

O que disse Gianluca Petecof:

"O campeonato alemão começou maravilhoso no sábado. Hoje a velocidade estava lá, mas infelizmente não conseguimos trazer para casa os pontos que a nossa performance justificava. É aprender com os erros e voltar mais fortes na próxima semana para a abertura do campeonato italiano. Agradeço à Academia Shell pelo suporte em mais uma temporada na Europa e à equipe Prema pelo carro de primeira linha que tive em Oschersleben. Estou muito motivado para o restante do ano"

Classificação do campeonato:

1º R.Stanek - 47 pontos
2º N.Krütten - 41
3º J.Dürksen - 30
4º T.Pourchaire - 29
5º A.Leclerc - 27
6º P.Aron - 26
7º G.Petecof - 25
8º A.Ghiretti - 22
9º G.Saucy - 16
10º D.Hauger - 15

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Projeto Ano 3 - Formando Um Verdadeiro Campeão atráves do programa Lei de Incentivo da Secretária Especial do Esporte no processo 58000.011283/2018-32.

Notícias

Página inicial