Motor On Line
Notícias-

F-4 Norte-americana: Guilherme Peixoto estreia nos monopostos na categoria
Reportagem: Fernanda Gonçalves
Foto: Gavin Baker
FGCom
Após carreira vitoriosa no kart, piloto de 16 anos disputa nos Estados Unidos pela equipe DEForce Racing e já conquista dois top-10 na primeira etapa em Road Atlanta.

O paulista Guilherme Peixoto encara em 2019 um novo desafio em sua carreira. Após vários títulos e vitórias em campeonatos nacionais e internacionais de kart, o piloto disputará este ano sua primeira temporada nos monopostos. O brasileiro vai defender a equipe DEForce Racing na Fórmula 4 Norte-americana, que terá cinco etapas em rodada tripla e a última etapa com duas corridas (junto com o GP dos Estados Unidos de F-1).

A primeira delas aconteceu no último final de semana (18 a 20 de abril) no autódromo de Road Atlanta, na Georgia, e Gui Peixoto já estreou com bons resultados, conquistando dois Top-10. O brasileiro mostrou uma ótima performance, virando bons tempos desde os primeiros treinos livres, quando registrou a quarta melhor volta. Apesar da chuva, que tornou o restante do final de semana bastante complicado, o saldo foi positivo.

“Estou muito feliz com o meu primeiro final de semana na F-4”, declarou o brasileiro. “Não há melhor maneira de adquirir experiência do que correndo de verdade. As condições foram complicadas e não muito favoráveis para mim, já que eu nunca havia pilotado com pneus de chuva. Então, tivemos de optar por correr com cautela e terminar as corridas para conquistar o máximo de pontos possíveis”, destacou o piloto de 16 anos.

“Conseguimos dois Top-10, mas infelizmente cometi um pequeno erro e rodei para evitar uma colisão na corrida 2, quando já lutava pelo quinto lugar. Mas pude fazer uma corrida limpa na terceira bateria e terminei nos pontos novamente”, lembrou Peixoto.

Em virtude da forte chuva que caiu em Road Atlanta, o grid da corrida 1 acabou sendo definido pelos tempos dos treinos livres, com o classificatório cancelado. O brasileiro largou da segunda fila e terminou a disputa na sétima colocação.

Na segunda prova, o grid foi definido pela melhor volta da corrida 1 e Peixoto partiu de 11º. O piloto já aparecia na sexta colocação, mas rodou quando brigava pelo quinto lugar. Sem chances de marcar uma boa volta nesta corrida, o brasileiro partiu do 13º lugar na última prova da rodada tripla. Mas foi pra cima e terminou a disputa na décima posição.

“Foi uma grande experiência pra mim. Aprendi muito e estou bastante confiante para o restante da temporada. Não vejo a hora de voltar a correr na próxima etapa”, completou Gui Peixoto.

O próximo desafio do brasileiro será na pista de Pittsburgh, na Pensilvânia.

O calendário da F-4 Norte-americana 2019:

18 a 20 de abril - Road Atlanta
21-23 de junho - Pittsburgh International Race Complex
26-28 de julho - Virginia International Raceway
8-10 de agosto - Mid-Ohio Sports Car Course
13-15 de setembro - Sebring International Raceway
1-3 de novembro – Circuito das Américas

Notícias

Página inicial