Motor On Line
Notícias-

Rally: Monster Energy Honda Team conclui o Dakar 2019
Reportagem: Ângela Monteiro / André Carvalho
Foto: Divulgação
Mundo Press
Perto de alcançar sua primeira vitória em uma etapa na décima e derradeira jornada da prova, piloto Nacho Cornejo mostra evolução.

O piloto chileno Nacho Cornejo voltou a mostrar toda a velocidade de sua motocicleta Honda CRF450 RALLY quando conseguiu, durante grande parte do trecho cronometrado da décima e última etapa do Dakar 2019, nesta quinta-feira (17), ocupar a liderança. O cenário da etapa derradeira da competição foram as dunas de Ica e Cornejo, ao final, conquistou a segunda colocação do dia, 2'21" atrás do vencedor da etapa e do Dakar 2019.

Com o desempenho, Nacho concluiu sua melhor participação no Dakar, subindo do décimo lugar conseguido em 2018 para a sétima colocação este ano, um resultado promissor para o jovem piloto de Iquique.

Já Kevin Benavides foi sexto colocado na etapa final do Dakar 2019, encerrando a competição na 12º posição em virtude de uma punição extraordinária, que está sendo alvo de recurso por parte da Monster Energy Honda Team.

José Ignacio Cornejo (2º lugar na décima etapa / 7º lugar na classificação geral das motos)
"Estou muito feliz com minha progressão durante o Dakar 2019. No início da competição perdi tempo em uma etapa e a possibilidade de ficar entre os dez primeiros parecia distante, mas eu não desisti e forcei o ritmo até o fim. O sétimo lugar me deixou bastante satisfeito assim como a segunda colocação na etapa de encerramento. Gostaria muito de ter visto todos meus companheiros de equipe nesta chegada a Lima e que um deles fosse o vencedor. Começamos o Dakar com dois pilotos para lutar pela vitória e terminamos percebendo que os cinco podem lutar pela ponta, o que é ótimo para a equipe. Não tenho dúvida que no ano que vem estaremos ainda mais fortes. Pessoalmente, seguirei trabalhando duro para estar à altura dos objetivos da equipe para a próxima edição do Dakar. Quero agradecer a todos da equipe que trabalharam muito e inclusive pelo comprometimento que demonstraram ter com nossos objetivos. Seguiremos trabalhando em busca da vitória."

Kevin Benavides (6º lugar na décima etapa / 12º lugar na classificação geral das motos)
"Esta Dakar não terminou da maneira que gostaríamos. Eu me preparei muito para esta edição e tinha um sonho pelo qual lutar. Acho que este final de Dakar não foi bonito, com os resultados se resolvendo entre quatro paredes e não no terreno da prova. Concluí a competição de cabeça erguida, como um bom esportista, e acredito que tanto a equipe quanto eu fizemos as coisas de maneira correta. Apresentamos um recurso contra a penalização recebida e agora teremos que esperar para ver qual será a decisão. Hoje eu larguei para esta etapa final para desfrutar o dia e rodei tranquilamente. O objetivo seguinte ao Dakar é a disputa do campeonato mundial cross-country e, claro, a preparação para o próximo Dakar. Gostaria de agradecer a equipe, patrocinadores, minha família, namorada, amigos e todos os fãs que me apoiaram através das redes sociais. Muito obrigado a todos."

Raul Castells – MONSTER ENERGY HONDA TEAM MANAGER
"Estamos contrariados com o modo como se desenrolou o Dakar deste ano, especialmente a parte final da competição. Nossa equipe fez o melhor que pôde e a corrida terminou sem que recebêssemos o devido prêmio de reconhecimento pelo trabalho duro e dedicado. Preciso agradecer a HRC, a Honda e também todos os nossos patrocinadores, Monster Energy, Motul, Showa, Termignoni, Givi e os apoiadores técnicos, pois sem eles nada seria possível. Estamos muito decepcionados com o júri e os organizadores do Dakar. Primeiramente pela penalização que recebemos e contra a qual apresentamos recurso e também pela maneira como as regras foram aplicadas a outros participantes: não é possível tolerar uma punição a um piloto por ter feito algo que era permitido e a não punição a quem fez algo de errado de maneira deliberada. Vamos esperar que estes casos sejam estudados e que mudem a maneira de controlar e fazer cumprir as regras."

Dakar 2019
17 de janeiro de 2019 – quinta-feira
10º etapa - Resultado

1 - #3 - TOBY PRICE - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 01H 14" 01''
2 - #10 - JOSE IGNACIO CORNEJO - MONSTER ENERGY HONDA TEAM - 01H 16' 22'' / + 00H 02' 21''
3 - #1 - MATTHIAS WALKNER - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 01H 16' 39'' / + 00H 02' 38''
4 - #14 - SAM SUNDERLAND - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 01H 17' 20'' / + 00H 03' 19''
5 - #77 - LUCIANO BENAVIDES - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 01H 17' 21'' / + 00H 03' 20''
6 - #47 - KEVIN BENAVIDES - MONSTER ENERGY HONDA TEAM - 01H 18' 00'' / + 00H 03' 59''
7 - #29 - ANDREW SHORT - ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING - 01H 18' 10'' / + 00H 04' 09''
8 - #18 - XAVIER DE SOULTRAIT - YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM - 01H 20' 17'' / + 00H 06' 16''
9 - #28 - DANIEL NOSIGLIA JAGER – MEC HRC - 01H 24' 03'' / + 00H 10' 02''
10 - #110 - SEBASTIAN BÜHLER – BÜHLER RACING TEAM – 01H 24' 42 / +00H 10' 41

Dakar 2019
17 de janeiro de 2019 – quinta-feira
Classificação geral após a 10ª etapa

1 - #3 - TOBY PRICE - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 33H 57' 16
2 - #1 - MATTHIAS WALKNER - RED BULL KTM FACTORY TEAM – 34H 06' 29" / + 00H 09' 13"
3 - #14 - SAM SUNDERLAND - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 34H 10' 50" / + 00H 13' 34"
4 - #6 - PABLO QUINTANILLA - ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING - 34H 18' 02/+ 00H 20' 46"
5 - #29 - ANDREW SHORT - ROCKSTAR ENERGY HUSQVARNA RACING - 34H 41' 26" / + 00H 40' 10"
6 - #18 - XAVIER DE SOULTRAIT - YAMAHA OFFICIAL RALLY TEAM - 34H 51' 16" / + 00H 54' 00"
7 - #10 - JOSE IGNACIO CORNEJO - MONSTER ENERGY HONDA TEAM – 35H 05' 22" / + 01H 08' 06''
8 - #77 - LUCIANO BENAVIDES - RED BULL KTM FACTORY TEAM - 35H 06' 26" / + 01H 09' 10''
9 - #7 - ORIOL MENA – HERO MOTOSPORT TEAM RALLY – 36H 05' 57 / +02H 08' 41"
10 - #28 - DANIEL NOSIGLIA JAGER – MEC HRC - 36H 29' 09'' / + 02H 31' 53''
12 - #47 - KEVIN BENAVIDES - MONSTER ENERGY HONDA TEAM - 37H 38' 30'' / + 03H 41' 14''.

Notícias

Página inicial