Motor On Line
Notícias-

Blau Farmacêutica estará presente na Cascavel de Ouro 2018
Reportagem: Bruno Império
Império Agecom

Reconhecida apoiadora do automobilismo brasileiro, a Blau Farmacêutica terá sua marca na disputa da edição 2018 de uma das mais tradicionais corridas do país: A Cascavel de Ouro. A companhia vai apoiar a equipe Alpie, uma das preparadoras mais renomadas do país, que conta com três carros e um total de cinco pilotos na prova marcada para este final de semana.

Entre os destaques do time está Renan Guerra, que já competiu com a Blau na Porsche Endurance Cup, no Brasileiro de Marcas e até na FARA, nos Estados Unidos. Ele vai acelerar a bordo do carro #30 – homenagem aos 30 anos da Blau Farmacêutica – que leva a mesma linha de layout dos carros da Blau Motorsport, equipe própria da Blau na Stock Car. A marca ainda está presente na Euroformula, com Christian Hahn, na GT Open, com Allam Khodair e Marcelo Hahn, e no Brasileiro de Marcas, com Guilherme Reischl.

“A Bau Farmacêutica tem sua história diretamente atrelada ao fomento do automobilismo no Brasil. Está no nosso DNA. E, para a empresa, estar na Cascavel de Ouro é mais uma demonstração de crescimento do nosso projeto esportivo. A prova é uma das mais tradicionais, é o que há de mais ‘raiz’ no cenário nacional. Para nós é também uma honra poder ter nossa marca nesta competição”, afirmou Marcelo Hahn, CEO da Blau Farmacêutica.

A largada da Cascavel de Ouro 2018 está marcada para as 13h deste domingo. A corrida será transmitida ao vivo para todo o Brasil pelo Bandsports.

Confira o que dizem os pilotos:

Carro #30 na briga pela vitória

Renan Guerra: “Estou muito feliz por ter sido convidado pela equipe Alpie e ter conseguido trazer o apoio da Blau Farmacêutica, uma das marcas mais tradicionais da indústria e do automobilismo brasileiro, para esta prova tão importante. Pouca gente sabe, mas eu já cheguei muito perto de vencer uma Cascavel de Ouro no ano de 2012, quando a prova fazia parte do calendário da extinta GT Brasil. Competi a bordo de uma Mercedes SLS e ocupava a primeira colocação quando tive um problema de motor que me forçou a abandonar. Agora vamos tentar quebrar esse tabu, conquistar esta prova e colocar a Alpie e a Blau no alto do pódio. Não é fácil, mas este é o objetivo


Marlon Bastos: “A Cascavel de Ouro é o evento mais competitivo desses modelos de carros em todo o Brasil. Atrai os melhores pilotos de todas as regiões do país. E ao lado do Renan, um piloto muito rápido e muito experiente, vamos brigar pela vitória”

Carro #137 de olho no Top10

Giovani Almeida: “Ainda estou começando no automobilismo. Tive um ótimo primeiro ano competindo no Campeonato Paulista de Turismo 1600, conquistando o título de rookies. E como a Cascavel de Ouro é uma prova muito importante e tradicional, decidi entrar nesta disputa ao lado do Ale Peppe, que também tem um título paulista na categoria 1600. Por ser um estreante, não falo em brigar por vitória, mas queremos ser a grande supresa da corrida. E para isso nossa meta é chegar entre os 10 primeiros”


Ale Peppe: “Somos dois paulistas nos aventurando em Cascavel! Nunca andamos nessa pista, então vamos adotar a cautela como estratégia neste final de semana. Permanecer na pista, fugir de acidentes, aproveitar bem as oportunidades e terminar a prova na melhor colocação possível. Se tudo que planejamos funcionar, quem sabe não chegamos entre os dez?”

Carro #333 aposta na experiência

PH Costa: “A Cascavel de Ouro é a Copa do Mundo das categorias de Marcas e Pilotos que são disputadas ao redor do Brasil. Com 75 carros de várias partes do Brasil disputando as 50 posições do grid, é fantástico participar desta festa. Temos convicção de que colocaremos um carro do nosso time no pódio”


Fábio Tokunaga: “Este é o meu terceiro ano na Cascavel de Ouro ao lado do PH e queremos usar a experiência na prova como nossa arma. Classificar bem, fazer uma boa largada, aproveitar as oportunidades que a corrida oferece, e, principalmente, traçar a estratégia certa. É isso que é preciso para se dar bem na Cascavel de Ouro”


Dario Bernal: “Sou um estreante acompanhado de dois pilotos bastante experientes. Quero aprender o máximo que puder com eles para fazer uma prova consistente. Estou bastante confiante nesta mescla e espero cruzar a linha de chegada entre os 15 primeiros”.

Notícias

Página inicial