Motor On Line
Notícias-

Senna e parceiros saem na 1ª fila no Japão
Reportagem: Márcio Fonseca
Foto: Divulgação
MF2
Trio da Rebellion Racing se aproxima das Toyota e larga em 2º nas 6 Horas de Fuji.

O que já tinha sido bom se tornou melhor ainda depois dos treinos classificatórios das 6 Horas de Fuji, quarta etapa da supertemporada 2018/2019 do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. Com a punição aplicada ao Toyota TS050 Hybrid do inglês Mike Conway, do argentino Jose Maria Lopez e do japonês Kamui Kobayashi, que perdeu a pole e partirá do fundo do grid por exceder o limite de velocidade no pit lane, Bruno Senna e seus parceiros – o suíço Neel Jani e o alemão Andre Lotterer – ganharam uma posição e largarão em 2º na prova deste domingo no Japão. Formarão a primeira fila ao lado do espanhol Fernando Alonso, do suíço Sébastien Buemi e do japonês Kazuki Nakajima, com o outro protótipo LMP1 oficial da Toyota.

Recuperado do tornozelo direito fraturado nos treinos livres da corrida em Silverstone em agosto e de volta ao cockpit do carro da equipe suíço-britânica, Bruno ficou contente com o resultado do classificatório – o melhor até agora do trio, a apenas sete décimos de segundo da favorita Toyota. “Foi muito bom. Nunca estivemos tão perto das Toyota, embora não saibamos se eles estão andando no limite. Mas nosso tempo de volta bateu com as simulações, então achávamos que ficaríamos cerca de oito décimos atrás”, explicou. Como consequência da equalização técnica anunciada para as 6 Horas de Fuji, as Toyota ganharam um peso adicional de 26 quilos.

Bruno, no entanto, observou que os carros estão enfrentando uma dificuldade não prevista. “Estamos consumindo mais combustível que o esperado e perdendo de três a quatro décimos de segundo por volta por economia. Então, a verdade é que poderíamos estar até mais próximos das Toyota. No ritmo de prova é que será mais complicado, porque eles têm uma conservação de pneus melhor. Outra vantagem deles é no último setor, porque conseguem administrar melhor o tráfego por causa da tração nas quatro rodas, o que ajuda bastante nas ultrapassagens. Mas, enfim, estamos botando pressão neles, o que é legal para todos, evoluímos bastante de Silverstone para cá, aprendendo bastante sobre o carro. Estamos contentes com o resultado e animados com a corrida.”

Os melhores do grid de 34 carros nas 6 Horas de Fuji

1 – Fernando Alonso, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, Toyota TD050 Hybrid, 1min23s648
2 – Bruno Senna, Neel Jani e Andre Lotterer, Rebellion/Gibson, a 0s711
3 – Gustavo Menezes, Mathias Beche e Thomas Laurent, Rebellion/Gibson, a 0s885
4 – Stéphane Sarrazin, Egor Erudzhev e Matevos Isaakyan, BR Engineering/AER, a 1s096
5 – Jenson Button, Mikhail Aleyshin e Vitaly Petrov, BR Engineering/AER, a 1s498
6 – Oliver Webb, Tom Dillmann e Jaime Rossiter, ENSO/CLM Nismo, a 2s931

Notícias

Página inicial