Motor On Line
Notícias-

Estreia com bom desempenho do protótipo Sigma P1 no Endurance Brasil
Reportagem: MS2 Comunicação
Foto: Bruno Terena
Carro #04 pilotado por Felipe Bertuol e Jindra Kraucher mostrou evolução e competitividade nas três horas de corrida em Santa Cruz do Sul.

A quinta etapa do Endurance Brasil, que teve três horas de prova no traçado de Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, foi concluída com sucesso para a equipe do estreante protótipo Sigma P1. Com um grid de 29 carros, que aceleraram em um dos autódromos mais rápidos do Brasil neste sábado, a prova foi finalizada após 123 voltas.

A previsão era de chuva, mas amanheceu com um lindo dia de sol e muito calor na cidade do interior gaúcho, cerca de 30 graus segundo o climatempo. A dupla de pilotos Jindra Kraucher e Felipe Bertuol a bordo do Sigma da categoria P1 fecharam a prova com a sexta posição e na décima oitava colocação na geral. A Endurance conta com cinco categorias diferentes.

“Terminar a prova já foi um grande início do projeto, foi um primeiro passo. Durante a corrida sofremos muito com a temperatura do motor, tivemos que trocar as marchas em um giro baixo para que a temperatura não ultrapassasse um limite, e ai no final com o Felipe ficou somente em sexta marcha, fez tudo nessa marcha e voltou quase que como no projeto inicial sem câmbio, uma marcha só, mas enfim terminamos e vamos continuar o trabalho para evoluir esse carro”, explicou Kraucher.

O novo protótipo, que vem sendo desenvolvido desde 2014, com conceito da LMP1, teve a proposta inicial sem utilizar câmbio, mas foi repensado para estreiar nessa etapa da Endurance. O projeto é dos engenheiros Evandro Flesch e Pedro Fetter e foi fabricado em Araricá, no Rio Grande do Sul, conta com motor Audi 8 cilindros turbo de 600 HP preparado por José Staudt.

Antes dessa prova, o protótipo apenas tinha sido testado e rodou no máximo por 20 voltas, neste sábado concluiu mais de 100 voltas no circuito. “Estou satisfeito com o resultado, em ter terminado uma corrida, acho que isso é raro, então a durabilidade esta comprovada, nós temos que acertar algumas coisas para manter a performance, o carro perdeu o freio e potência ao longo da corrida, então ele termina, mas não competitivo, isso temos que trabalhar para resolver, mas foi um bom início”, acrescentou Bertuol.

A Equipe tem apoio da Fueltech - Empresa de alta tecnologia em sistema de injeções eletrônicas programáveis.

A próxima etapa da Endurance Brasil esta marcada para o dia 27 de outubro no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul.

Notícias

Página inicial