Motor On Line
Notícias-

Em 3 categorias diferentes a Shell Racing faz 100% dos pódios em fim de semana
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: José Mario Dias
Crepaldi 2 pódios e mantém liderança no kart. Zonta e Reis faturam vitórias enquanto Di Mauro e Abreu sobem ao pódio, em Campo Grande.

A Academia Shell voltou às pistas neste fim de semana e obteve um resultado inesquecível, conquistando seis pódios em seis corridas possíveis. O resultado comprova o grande trabalho feito no programa de desenvolvimento da Shell.

Gabriel Crepaldi foi o primeiro a competir no fim de semana. Disputando a sexta etapa da Copa SP Light de kart, o piloto de 15 anos obteve um segundo e um primeiro lugar nas duas corridas disputadas no último sábado (18), e manteve a liderança da competição.

Na primeira prova do dia, Crepaldi partiu da quinta colocação para terminar em segundo lugar. Já na segunda corrida, o piloto da Academia Shell não deu chance para seus adversários e faturou a vitória, isolando-se ainda mais na liderança da tabela de pilotos.

O terceiro pódio do dia veio com Gaetano di Mauro, em sua volta a Stock Light. Competindo como convidado, o paulista fez ótima prova subindo ao pódio na terceira posição, após andar em segundo por boa parte da corrida.

No domingo (19) vieram as vitórias. Primeiro com Raphael Reis, vencedor da segunda prova do fim de semana da Stock Light. Partindo da pole position, o brasiliense liderou a corrida de ponta a ponta além de cravar a melhor volta da prova. Com a vitória, Raphael Reis mantém a vice-liderança da competição, 25 pontos atrás do líder.

Coube a Ricardo Zonta e Átila Abreu fecharem com chave de ouro o fim de semana de gala da Academia Shell. O piloto do carro #10 faturou a vitória da segunda corrida da Stock Car, em campo Grande. Enquanto o sorocabano subiu ao pódio na terceira posição após fazer grande corrida.

O que eles disseram:

“Foi um bom sábado, sem sombra de dúvidas. Conseguimos atingir nossos objetivos, tive um bom equipamento, venci mais uma vez e ampliei a liderança. Estou muito satisfeito e ainda mais otimista para a próxima semana, quando disputarei o Campeonato Sul-Americano pela categoria Codasur Júnior no Rio Grande do Sul”

Gabriel Crepaldi #137

"A corrida foi brilhante. É claro que houve alguns toques, consegui escapar e seguir. Meu carro estava espetacular. Na primeira corrida, se não tivéssemos demorado um pouquinho no pit, perdemos dois segundos, teríamos terminado entre os dez primeiros colocados. Mas a segunda corrida foi brilhante, tentei abrir o máximo possível. Meu carro realmente estava muito bom e sobrando pushes. Agradeço aos que votaram em mim no Fan Push, ajudaram muito! O Fan Push faz diferença sempre, poder usar o push por três voltas seguidas ajuda muito, no fim eu consegui abrir. Estou feliz demais, ganhar corrida é a melhor coisa que há!"

Ricardo Zonta, piloto do carro #10

"Tínhamos uma estratégia clara de terminar entre os dez primeiros na corrida inicial, com uma tática de combustível e de pneus para se posicionar bem para ganhar a segunda. Foi isso que fizemos. Fiz uma largada muito boa na primeira corrida, passei quatro caras por fora na freada do grampo. Daí vim crescendo, avançando, e cheguei a estar em sexto, mas abasteci um pouco mais e perdi uma posição por causa disso, mas me coloquei como uma das melhores estratégias para a corrida 2. O (Vitor) Genz segurou muito bem na segunda prova, mas daí eu e o Rubinho conseguimos escapar, nós o surpreendemos, e fizemos uma corrida à parte, os carros estavam muito parecidos. Quando tem um carro parado, falei com a equipe e iríamos parar. Quando faltavam duas curvas, a equipe mandou que eu não parasse, e o Rubinho entrou. Logo que ele entra, dá o safety car, e pensei que ele tinha ganho a corrida porque entrou no momento certo, mas ele abortou e uma galera entrou. Depois do pit stop, eu consigo voltar à frente mas o Rubinho me pressionou até ter um problema. Daí para minha surpresa puniram uns e outros não, e eu cheguei em terceiro. Fiz o meu trabalho e o que eu podia, fiz o que tínhamos programado. Vou continuar fazendo o meu trabalho para ganhar as corridas."

Átila Abreu, piloto do carro #51

"Foi uma grande corrida, conseguimos sair daqui com mais uma vitória, a segunda no campeonato, e demos mais um passo nessa disputa pelo título. Vamos tentar chegar a São Paulo, última etapa da temporada, com chances para buscar esse campeonato."

Raphael Reis, piloto do carro #77

"Estava muito bem no começo, com um bom ritmo, tentei dar o meu máximo, todos estavam andando muito parecido. Mas o carro ficou um pouco estranho, não conseguia mais frear dentro da curva. No fim, quebrou o semieixo e não consegui segurar o segundo lugar. Fiquei muito feliz por voltar à categoria pelo convite da equipe e mostrar que o trabalho está sendo bem feito, e queria agradecer à Academia Shell Racing"

Gaetano di Mauro, piloto do carro #11

Acho que tem se tornado frequente os finais de semana com vitórias e boa performance para a Academia Shell, mesmo em diferentes categorias e em diferentes níveis de dificuldades. Desde o Gianluca, em seu primeiro ano da F4 Italiana e Alemã, correndo contra pilotos experientes em monopostos, assim como o Gabriel Crepaldi no kart, se consolidando como melhor piloto do país na categoria Junior e Felipe Baptista, o piloto mais novo do grid da Gradruados, colhendo ótimos resultados. A conquista dos títulos e das vitórias mostra que o programa de desenvolvimento de jovens talentos tem se consolidado. Então, é uma enorme satisfação colher esses resultados e, principalmente ver que estamos no caminho correto, conquistando resultados positivos em diferentes categorias. Tivemos o Raphael Reis conquistando mais uma vitória e a presença do Gaetano na Stock Light, mostrando que são grandes pilotos. No início do ano, tivemos alguns problemas na Stock Car, o que nos trouxe muitas dificuldades na disputa do campeonato, mas sabemos do potencial do carro e dos pilotos. Quando temos uma oportunidade conseguimos conquistar os melhores resultados. Por isso, é uma enorme satisfação poder colher os frutos de algo que estamos plantando há muito tempo. É um trabalho de longo prazo, os resultados não aparecerão do dia para noite, mas estou muito contente com o rendimento do meu time.

Vicente Sfeir

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial