Motor On Line
Notícias-

Stock Car: pole escapa mas trio da equipe Hero mira vitória em Goiânia
Reportagem: R. Siqueira / R. Durante / D. Betting
Foto: Victor Eleutério
BestPR Comunicação
Em prova praticamente sem favoritos, Lucas, Bruno e Félix estão confiantes para a Corrida do Milhão.

Foi por pouco. A pole position escapou, mas a Hero Motorsport ainda tem a vitória como objetivo em Goiânia, palco da Corrida do Milhão – a mais importante prova da temporada da Stock Car. A disputa, que terá largada às 11h30 e transmissão ao vivo pela TV Globo, será provavelmente a corrida mais imprevisível da história da categoria, especialmente por ser disputada pelo anel externo do traçado goiano, o que impôs diferenças minúsculas nos tempos dos concorrentes. Lucas Di Grassi e o português Félix da Costa dominaram os três treinos livres antes da classificação para a largada e estavam confiantes em brigar pela posição de honra do grid mais badalado do ano. Já Bruno Baptista também andou muito forte e por pouco não foi para o Q3, última fase da tomada de tempos, quando apenas seis pilotos fazem voltas rápidas visando a pole.

“Escapou por pouco, eu cometi um pequeno erro na Curva 1. Como os tempos estão muito juntos, isso foi o suficiente para me tirar a chance de brigar pelo primeiro lugar. O grid está muito apertado e mesmo sendo um erro aparente você acaba perdendo um pouco de tempo”, disse Di Grassi, que foi o melhor em dois treinos, incluindo o último antes da sessão classificatória, mas ficou em quinto no grid. “Mas saindo de quinto dá para vencer. Na Fórmula E já vencemos saindo de 11º e também largando de quinto, em Zurique. Vamos fazer o mesmo aqui”, completou o campeão da Fórmula E de 2017, bastante confiante no carro da Hero Motorsport.

A pole position ficou com o líder e atual campeão, Daniel Serra, com Rubens Barrichello conseguindo o segundo lugar. Félix da Costa garantiu o terceiro lugar, posição ele acredita lhe dar condição de sonhar com o primeiro lugar. “Acabei errando por um mix de fatores. Eu queria demais essa pole, havia um pouco de pressão e eu também estava me cobrando. Acabei errando e saindo da pista no Q1”, resume ele. “Mas ainda bem que consegui salvar a situação e fechar uma volta boa para entrar no Q2. Depois foi mais calmo e entrei na Q3, mas acho que danifiquei um pouco o carro na Q1. Foi um pouco de falta de experiência na categoria. Largar em terceiro é mais que suficiente para ter condição de tentar a vitória. No final estou contente. Vamos pra cima”, completou Félix, que em 2017 foi ao pódio na etapa de Goiânia da Stock, também pela Hero Motorsport.

Bruno Baptista largará do nono lugar – resultado que ele ao mesmo tempo comemora e lamenta. “Acho que minha classificação só não foi perfeita por que não fomos para o Q3, mas foi muito boa”, diz ele. “A equipe trabalhou muito bem e estou satisfeito com o meu trabalho também. Mas sempre fica um gostinho de quero mais. Poderíamos ter ido para o Q3, faltou muito pouco para isso. Vamos agora pensar em uma estratégia para tentar a vitória amanhã. Teremos que sacrificar alguma coisa (no acerto) para ir bem na prova. Vamos ver o que podemos fazer”, completou.

Grid de largada da Corrida do Milhão:

1. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) - 47.852
2. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - 47.864
3. 444 Felix da Costa (Hero Motorsport II) - 47.870
4. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - 47.938
5. 11 Lucas Di Grassi (Hero Motorsport) - 47.995
6. 0 Cacá Bueno (Cimed Chevrolet Racing) - 48.079
Q2
7. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing) - 47.768
8. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team) - 47.787
9. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) - 47.803
10. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) - 47.814
11. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - 47.864
12. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team) - 47.892
13. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - 47.913
14. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) - 47.914
15. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) - 48.009
Q1
16. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) - 47.939
17. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) - 47.954
18. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - 48.011
19. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) - 48.037
20. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani) - 48.039
21. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) - 48.062
22. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) - 48.066
23. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) - 48.067
24. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport) - 48.132
25. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) - 48.134
26. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - 48.149
27. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - 48.176
28. 19 Felipe Massa (Cimed Chevrolet Team) - 48.200
29. 86 Agustín Canapino (Cimed Chevrolet Team) - 48.263
30. 9 Guga Lima (Vogel Motorsport) - 48.278
31. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - 48.323
32. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) - 48.365
33. 555 Renato Braga (Bardahl Cifarma RZ) - 49.028

Notícias

Página inicial