Motor On Line
Notícias-

Kart: Tony foi a maior vencedora entre fabricantes chassis no Sul-Americano Rotax
Reportagem: Erno Drehmer
Foto: Jackson de Souza
KGCom
Fábrica italiana de chassis de kart foi campeã em três das sete categorias.

A última semana foi de intensas movimentações no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP), que recebeu cerca de 140 pilotos de diversos países para a disputa de um evento internacional, o Campeonato Sul-Americano Rotax. E, claro, presentes estavam também as principais fabricantes de chassis do mundo, todas em busca de mais títulos para seus currículos.

Com três títulos em sete possíveis – além de dobradinhas e domínio completo do pódio em uma categoria –, a italiana Tony Kart, uma das maiores vencedoras da história do kartismo mundial, foi também a maior vencedora do Sul-Americano Rotax.

André Nicastro, na DD2 Sênior; Michel Aboissa, na DD2 Master; e Nicolas Giaffone, na Júnior Max, levaram a Tony Kart ao alto do pódio na competição. Mas os ótimos resultados não param por aí. Na DD2 Master, os chassis italianos fizeram a dobradinha com Michel Aboissa em 1º e Diego Lozov em segundo.

Na Júnior Max, além do título de Nicolas Giaffone, a Tony Kart viu seu chassi encerrar a disputa nas cinco primeiras posições, com Felipe Bartz em segundo e os argentinos Lucas Bohdanowicz, Dario Isidoro e Fernando Saul em 3º, 4º e 5º.

E, nas categorias “grandes” em que não venceu, a Tony Kart conquistou o vice-campeonato, com Michel Aboissa na Max Masters, e na Sênior Max, com Luca Travaglini em 2º e Enzo Prando em 3º.

“Nas categorias ditas ‘pequenas”, a Micro Max e a Mini Max, tivemos poucos representantes, uma vez que no Brasil não é permitido competir com nossos chassis. Então a participação da Tony Kart foi pequena, pois apenas os pilotos estrangeiros competiram nelas”, explica André Nicastro, que junto com Pedro Serrano comanda a operação Tony Kart no Brasil através da empresa Novakart Brasil. “Assim, a operação brasileira da fábrica não tinha estas categorias como principal foco”, emenda.

Por fim, no balanço extremamente positivo da empresa, o OTK Group, do qual a Tony Kart faz parte, foi a empresa que mais chassis teve na pista, considerando a participação das marcas Exprit, FA e Kosmic.

“Estamos muito felizes e orgulhosos com os resultados. Vencemos em todos os eventos importantes na Granja Viana desde que a Tony Kart chegou ao Brasil e no Sul-Americano confirmamos que estamos em um grande momento”, avaliou Nicastro. “Vencemos também no Open do Brasileiro e, ao fim disto tudo, estamos muito bem preparados para lutar pelos títulos no Campeonato Brasileiro. Queremos agradecer aos pilotos e equipes que confiaram em nosso equipamento e em nosso trabalho de assistência”, finalizou.

Notícias

Página inicial