Motor On Line
Notícias-

F-4 Italiana: Gianluca Petecof fica a apenas 0s3 de subir ao pódio em Misano
Reportagem: Luis Ferrari
Brasileiro da Academia Shell Racing luta até a última volta e termina corrida na quarta posição pelo Italiano de Fórmula 4.

O brasileiro Gianluca Petecof esteve muito próximo de voltar ao pódio no Campeonato Italiano de Fórmula 4, ao terminar a primeira prova da rodada tripla de Misano na quarta colocação, a apenas 0s3 do terceiro colocado.

Com o resultado, Gianluca ganhou uma posição na classificação geral e agora é o sexto, enquanto no campeonato de estreantes, ele segue como vice-líder. Vale lembrar que Petecof não correu a rodada de Monza e o regulamento ainda prevê o descarte dos cinco piores resultados no fim do ano.

O piloto da Academia Shell Racing largou em terceiro lugar na bateria deste sábado e passou em quinto na primeira curva. De imediato, ele recuperou uma posição ao ultrapassar o italiano Federico Malvestiti.

Na sequência, Petecof começou a abrir de Malvestiti e partiu para cima do guatemalteco Ian Rodriguez. Gradualmente, ele reduziu uma vantagem que era de 2s5 e colou no adversário nas últimas voltas. No entanto, numa pista de difíceis ultrapassagens, Gianluca acabou mesmo em quarto.

Neste domingo, Petecof disputará mais duas baterias. Tanto na primeira, às 4h (de Brasília), como na segunda, às 12h10, ele vai largar novamente em terceiro. O site oficial da categoria (www.f4championship.com) transmite as duas provas ao vivo.

O que disse Gianluca Petecof:

"Foi uma boa corrida, mas, claro, poderia ter sido ainda melhor. Depois de um ótimo quali, tivemos um ritmo muito forte. O que pesou mais foi a largada, que não foi das melhores. Caí para quinto, mas recuperei uma posição ainda na primeira volta. Com um ritmo bem forte, consegui chegar perto do terceiro colocado, mas o meu concorrente, que já está no quarto ano na categoria, conseguiu se defender. O quarto lugar foi bom para o campeonato. O importante é recuperar o máximo possível depois de não ter feito a prova de Monza. Estou contente e amanhã vamos atrás de mais pontos. Vamos buscar essas duas vitórias na categoria de estreantes e também na geral"

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial