Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Shell V-Power larga na 3ª fila na CD com Zonta e Vanthoor
Reportagem: Luis Ferrari / Guilherme Cardoso
Foto: José Mario Dias
Em Interlagos, carro #10 volta a mostrar bom desempenho e anda sempre entre os primeiros; Átila e Winterbottom partem para prova de recuperação.

A Shell V-Power colocou a parceria formada por Ricardo Zonta e Laurens Vanthoor na quinta posição no grid de largada da primeira etapa da temporada 2018 da Stock Car, a Corrida de Duplas, em Interlagos. Átila Abreu e Mark Winterbottom tiveram problemas elétricos, não marcaram tempo no Q1, e vão largar em 31º.

Depois de um excelente desempenho nos treinos livres, o carro #51 não funcionou na hora da classificação e Átila e Winterbottom não conseguiram andar. Resta a Átila relembrar a última Corrida de Duplas, na qual também partiu do fim do grid e arrancou um bom sexto lugar.

Já o carro #10 conseguiu avançar com tranquilidade à segunda etapa do treino, com a média das voltas de Zonta e Vanthoor dando à parceria o nono lugar.

Na segunda fase da classificação, Zonta e Vanthoor voltaram ao topo da tabela de tempos, como já havia acontecido nos treinos livres de quarta e quinta-feira e conquistaram outra passagem tranquila à etapa decisiva do treino.

No Q3, Vanthoor pilotou o carro e chegou a fazer um segundo setor melhor do que o pole position, mas no fim acabou com o tempo de 1m37s375 na sua única volta lançada, conquistando um lugar na terceira fila.

A Corrida de Duplas será disputada a partir da 13h30 deste sábado, com transmissão ao vivo do SporTV3. A corrida terá a duração de uma hora, e cada time define quem larga, se o convidado ou o titular, mas com pit stop obrigatório e reabastecimento.

As duas parcerias da Shell V-Power concorrem ao prêmio do Fan Push, um disparo extra do botão de ultrapassagem adicionado aos oito previstos. A votação segue no site da Stock car até a largada.

O que eles disseram:

"Trabalhamos bastante o carro na classificação, tínhamos um carro para deixar mais rápido no fim. O Laurens fez um ótimo trabalho, classificou em primeiro no Q2 e uma pena que teve um errinho no fim, e o carro está bem balanceado para amanhã"

Ricardo Zonta, piloto do carro #10

"As condições estavam muito difíceis porque fez muito mais calor do que nos outros dias. Você tem de guiar o carro de uma forma muito diferente e limpa. No Q2 tudo funcionou perfeitamente, mas no Q3 é uma volta só e em umas curvas forcei demais, mas não é uma posição ruim de largar. O carro está bom e amanhã vai depender de uma série de fatores"

Laurens Vanthoor, parceiro de Zonta

"Estou frustrado, treinamos bem e evoluímos o carro, tenho certeza de que estaríamos no Q3 brigando pela pole, mas é carro de corrida. Agora é tentar fazer a melhor estratégia para tentar alguns pontos, já que não só é uma corrida festiva, vale pontos para o campeonato e o foco é o título. Não dá para fazer loucura, mas temos pouco a perder pela posição na qual estamos largando e confio muito no Mark para uma boa corrida de recuperação"

Átila Abreu, piloto do carro #51

"Infelizmente não andamos, porque estávamos muito rápidos pela manhã, teríamos confortavelmente ficado entre os seis primeiros. Vamos ver amanhã, tínhamos uma grande chance de vencer, vamos tentar um bom resultado, amanhã é um novo dia"

Mark Winterbottom, parceiro de Átila

"Ficamos muito tristes com o que aconteceu com o carro #51, um problema elétrico. Tínhamos muita confiança de que estaríamos no Q3 brigando pela pole. Estávamos o tempo todo com os dois carros entre os seis primeiros. Ficamos tristes por não termos dado as condições que os nossos pilotos mereciam. Com o carro #10 confirmamos a performance, sabíamos que estaríamos brigando pela ponta e foi uma pena dois pequenos erros no Q3 nos tirarem da briga pela pole, já que na Stock é tudo muito perto. Mas eles têm toda a condição de brigar pelo pódio e pela vitória"

Thiago Meneghel, chefe da equipe Shell V-Power

Grid de largada:

1º D.Serra / J.P.de Oliveira - 1m37s032
2º L.di Grassi / A.Farfus - 1m37s134
3º R.Barrichello / F.Albuquerque - 1m37s179
4º F.Fraga / N.Catsburg - 1m37s283
5º R.Zonta / L.Vanthoor - 1m37s375

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial