Motor On Line
Notícias-

Rally: Paulo Goes piloto da SFI CHIPS busca bicampeonato no Cerapió em 2018
Reportagem: Aline Ben da Costa
Foto: Marcelo Machado de Melo
Comunicação 4x4
Ano também será de estreia de novo carro e nova categoria no Brasileiro de Cross Country.

Já são quase dez anos de rally, muitos pódios e diversos campeonatos na carreira do piloto de Joinville-SC apoiado pela SFI CHIPS, Paulo Roberto de Goes. Foi depois de ver um outdoor anunciando um rally em sua cidade que Goes resolveu experimentar as competições e desde lá tem colecionado títulos por todo o país. Em 2018, o piloto inicia o ano buscando o bicampeonato no Rally Cerapió, competição que acontece entre os dias 23 e 27 de janeiro com largada em Trairi (CE) e chegada em Teresina (PI). O restante do calendário ainda está sendo definido, mas promete novos desafios para o piloto da SFI CHIPS.

Foi a bordo do Audi A3 da esposa que Goes iniciou sua carreira e sua paixão pelo esporte ainda em 2009 em um Rally Universitário realizado em Joinville. “Vi que poderia ir com qualquer carro, mas não foi moleza, passamos por muitas estradas rurais e também atravessamos um rio. Acabamos com quatro pneus com bolha, mas fizemos um décimo lugar e ganhamos até um troféu que guardo até hoje com carinho. Aquela prova me empolgou para conhecer mais sobre os rallys e, claro, comprar um carro que fosse mais compatível com o esporte”, lembra.

Em 2010, o piloto iniciou de cabeça no rally direto na categoria Graduados. Participou de competições locais em Santa Catarina e aos poucos foi conhecendo o caminho para o pódio. “Primeiro beliscava um lugar entre os cinco primeiros, depois entre os três, até ganhar a primeira prova. Em 2017, fiz meu primeiro Transcatarina e fiquei em quinto lugar”, conta Goes.

Ao longo dos anos as provas e os pódios se multiplicaram na carreira do piloto. Entre os destaques, Goes ressalta os três campeonatos conquistados pela Mitsubishi Nordeste, os dois pela Mitsubishi Sudeste e também os títulos do Transbahia, Rally SP e Rally MG, todos já pela categoria Master do Rally Regularidade. “Agora também iniciamos no Rally de Velocidade Cross Country e já no primeiro ano em 2017 fomos campeões do Brasileiro na categoria T2, ganhando várias etapas e também conquistando um segundo lugar no Rally dos Sertões pela categoria TR4”, acrescenta.

Após o início no esporte a bordo do Audi A3 da esposa, Goes buscou competir sempre com carros da Mitsubishi. No Rally Regularidade o piloto tem à disposição uma TR4 ER para competições na região Nordeste e uma Pajero Full para as provas na região Sudeste. Já no Rally de Velocidade, Goes iniciou com a TR4 ER, mas vai estrear em 2018 uma Triton ER, o que também será uma mudança de categoria nas competições da modalidade. “Meus carros sempre foram da Mitsubishi. São superconfiáveis, de pouca manutenção e aguentam todo o tipo de terreno. Com a Triton ER serão novos desafios e busca de novas conquistas. Estamos contando os dias para a primeira prova do Cross Country em março em Minas Gerais. Vai ser uma adrenalina, novo carro e nova categoria”.

Relação de pai e filho e sincronia musical na navegação

Em 2014, Goes formou dupla com o navegador de Apucarana-PR, Jhonatan Ardigo, e desde lá são três anos seguidos de parceria com resultados que confirmam a relação harmoniosa da dupla. “Nos dois últimos anos de competições nós ou ganhamos ou ficamos em segundo lugar em quase tudo que competimos. Por isto estamos migrando para a velocidade, para buscar novos desafios. Como dizem, andamos por música, já sei o que ele quer que eu faça antes mesmo dele falar, e ele já sabe o que fazer vendo as minhas reações na pilotagem. Além de sermos superamigos, eu cuido dele como um filho. O próprio pai dele fala que quando ele está comigo, é meu filho”, conta o piloto da SFI CHIPS.

A sintonia da dupla promete um 2018 ainda mais movimentado que o ano passado. Além de buscar o bicampeonato no Cerapió, Goes e Jhonatan já tem em seus planos a Mitsubishi Nordeste, o Transcatarina, o Rally dos Sertões e as etapas do Cross Country. “Fora isto vamos analisar ainda, temos que ver se vamos para a Cup ou para a Mitsubishi Sudeste. Em nossa primeira prova no Cerapió vamos andar com o carro que mantenho no Nordeste que é uma TR4 ER e vamos ter que andar muito para concorrer com as Pajero Full e os Troller, mas estamos otimistas, vamos para defender o título e buscar o bicampeonato”, diz.

Goes e Jhonatan competem com equipe própria, a RHBrasil Racing Team. “Ter equipe própria é bom porque temos atenção total de todos na equipe, desde o auxiliar, até cozinheiros e mecânicos. No entanto, também temos o lado ruim, pois estamos todos aprendendo juntos. Sofremos um pouco no Rally dos Sertões no ano passado devido a pouca experiência de todos neste tipo de prova, mas aprendemos muito e vamos com tudo em 2018”, afirma Goes.

Parceria com SFI CHIPS e melhores resultados

“Começamos a parceria com a SFI CHIPS em 2016 e, coincidência ou não (risos), foi a partir daí que tivemos os nossos melhores resultados. O que gostei desde o começo, foi que a empresa entendeu como eu gosto do equilíbrio de torque e potência e me deu esta solução. Cada piloto tem um jeito de tocar o carro. Eu gosto de ter uma tocada crescente, não sou de destruir carro, e a SFI CHIPS conseguiu colocar esta característica tanto no pedal quanto no remap. Agora vamos ver o trabalho que será feito na Triton”, comenta o piloto.

Notícias

Página inicial