Motor On Line
Notícias-

Kart: Theo Salomão ficou muito próximo do título na Copa Brasil
Reportagem: Erno Drehmer
Foto: Divulgação
KGCom
Segunda maior competição do kartismo no Brasil, campeonato foi disputado na última semana no Kartódromo Beto Carrero, em Santa Catarina.

Um dos mais jovens pilotos de kart do país, o goiano Theo Salomão (Ajel Materiais Elétricos) foi também um dos principais nomes da 21ª Copa Brasil de Kart na Mirim, a primeira na escala de categorias do kartismo no Brasil. Na última semana, aos 7 anos de idade, ele repetiu as belas atuações que teve no Campeonato Brasileiro em julho, e chegou muito próximo de seu primeiro título nacional.

Piloto da equipe Pequeno Racing, Salomão foi líder em quatro dos oito treinos oficiais da categoria no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), o palco da Copa Brasil. E fechou a série de aprontos para as disputas com a melhor marca no resultado consolidado.

Quarto colocado na tomada de tempos, Theo Salomão obteve a mesma posição na primeira classificatória. Depois, ao vencer a segunda classificatória, o piloto goiano ficou com a segunda posição no grid de largada para a última e decisiva prova, confirmando ser um dos cotados para conquistar o título.

Theo Salomão (Ajel Materiais Elétricos) fez uma bela largada na prova decisiva e logo assumiu a ponta para abrir uma bela vantagem. Porém, andando sozinho e sem o necessário vácuo que lhe permitiria manter o ritmo inicial, o goiano acabou sendo alcançado pelos concorrentes. Guerreiro, Salomão defendeu-se, mas não pôde evitar uma ultrapassagem, caindo então para o segundo lugar.

Decidido a lutar pelo título, Salomão pressionou e foi pressionado em um compacto pelotão de quatro pilotos, mas acabou recebendo um toque de um concorrente na última volta, terminando a disputa com o terceiro lugar em sua primeira participação na Copa Brasil.

“O Theo, assim como no Campeonato Brasileiro, foi destaque e estava entre os favoritos ao título, que escapou por alguns detalhes. Mas o mais importante foi que ele provou mais uma vez ser um piloto muito rápido, competitivo e disciplinado, que ouve e atende as orientações de seus treinadores Breno Ygor e João Rosate”, analisa Eduardo Salomão, pai de Theo. “O aprendizado neste primeiro ano de competições nacionais está sendo ótimo. Ele é um piloto frio e calculista e, em parceria com a competente Pequeno Racing, muito em breve os títulos virão”, aposta.

Notícias

Página inicial