Motor On Line
Notícias-

Antunes e Oliveira reforçam presença nordestina na Cascavel de Ouro
Reportagem: Grelak Comunicação
Foto: Arquivo pessoal
Pilotos de Recife estreiam na prova longa mais tradicional do Paraná e disputam premiação de R$ 150 mil pilotando GM Celta da Tuta Racing.

A projeção alcançada pela Cascavel de Ouro em todo o Brasil desde a adoção do formato atual tem feito com que cada vez mais competidores de fora do Paraná tomem parte da disputa. A 32ª edição da corrida, marcada para 18 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel, tende a pelo menos igualar a marca da prova de 2017, que registrou a presença de 121 pilotos de 14 estados brasileiros mais o Distrito Federal.

A presença dos competidores da região Nordeste do país ganha força desde a fase de preparação para a Cascavel de Ouro, que vai distribuir R$ 150 mil em prêmios entre duplas e trios que conquistarem a pole position e as cinco primeiras posições. Igor Antunes e Anderson Oliveira formam uma das duplas que estarão na disputa pela vitória. Os pernambucanos de Recife inscreveram o GM Celta número 950 da equipe Tuta Racing-Malta Locadora.

Igor Antunes iniciou sua trajetória automobilística na arrancada e atua na categoria Marcas desde 2000. Foi campeão pernambucano e vice-campeão do Norte-Nordeste em 2008 e vice-campeão pernambucano em 2010. Após uma interrupção, voltou a correr em 2016. Em 2017 foi campeão pernambucano, obteve três vitórias na pista paraibana de São Miguel de Taipu e foi três vezes ao pódio do Campeonato Cearense, com uma vitória.

A Cascavel de Ouro de 2018 será a primeira experiência automobilística de Antunes fora do Nordeste. “Vai ser a realização de um sonho, competir em uma prova de nível nacional, com tantas feras, tantos ídolos do automobilismo. Vou em busca de um bom resultado, quem sabe ganhar essa corrida e esse prêmio tão desejado”, torce o piloto de 38 anos, que compete no automobilismo do Nordeste com apoio da marca Óleo Mais.

Anderson Wagner Oliveira tomou contato com as competições em 2007, pilotando um Fusca. Cinco anos depois, migrou para a categoria Marcas, onde foi terceiro colocado no Campeonato Pernambucano de 2012, quando também venceu as Três Horas do Ceará. Teve a carreira interrompida por um acidente em 2014 e retornou às pistas no fim do ano passado. Na atual temporada, atua nos campeonatos de Marcas da Paraíba e de Pernambuco.

Inscrições

Pilotos e equipes podem solicitar a ficha de inscrição da 32ª Cascavel de Ouro por e-mail, com mensagem para cascaveldeouro2018@gmail.com, ou pelo número celular (45) 9 9937-1052. A disputa é aberta a pilotos inscritos carros da categoria Marcas & Pilotos 1.6, configurados pelo regulamento técnico do Campeonato Paranaense. A corrida terá duração de três horas e será transmitida ao vivo para todo o Brasil pelo canal BandSports.

O regulamento desportivo da Cascavel de Ouro estipula em R$ 5 mil a taxa de inscrição por carro, independentemente de serem dois ou três pilotos. Para inscrições efetuadas até 31 de julho há um desconto de 10%, trazendo a taxa a R$ 4,5 mil. Os vencedores da corrida receberão R$ 100 mil. Há prêmios de R$ 20 mil ao segundo lugar, de R$ 12 mil para o terceiro, de R$ 8 mil para o quarto e de R$ 5 mil para o quinto, além de R$ 5 mil pela pole position.

Notícias

Página inicial