Motor On Line
Notícias-

Honda CG 160 Cargo com a mesma robustez e com mais segurança
Reportagem: M. Ghigonetto / F. Bonatto / A. Guedes
Honda Brasil
Reconhecida como a melhor opção para o uso profissional, a versão 2018 incorpora a segurança do sistema de freio CBS (Combined Break System).

A Honda CG 160 Cargo é por décadas a melhor opção para o uso profissional. Seu projeto voltado ao uso por profissionais liberais e frotistas concilia grande resistência e baixo custo de manutenção, típicos da família CG. O modelo 2018 incorpora como grande novidade o sistema de freio CBS (Combined Break System).

Seguindo a tradição de pioneirismo, vanguarda e inovação tecnológica que sempre nortearam a sua atuação, a Honda lançou a primeira motocicleta de baixa cilindrada no mundo equipada com sistema de freio CBS em 2015 com a CG 150 Titan. Essa tecnologia faz parte de uma política de esforços contínuos da marca em desenvolver projetos globais, com foco na segurança do usuário e também nas questões ambientais.

A segurança proporcionada por este consagrado sistema de frenagem combinada ganhou plena aceitação desde seu lançamento em modelos de alta performance, e oferece redução efetiva na distância de frenagem. Como nas CG 160 Fan e Titan 2018, o freio a disco de acionamento hidráulico na dianteira atua em conjunto com o sistema mecânico a tambor da roda traseira para otimizar a frenagem: ao acionar o curso total do pedal de freio traseiro a frenagem é total na traseira e ao mesmo tempo de até 30% na dianteira. O manete de freio, por sua vez permanece acionando somente o disco dianteiro.

Completam as características específicas de diferenciação do modelo, o robusto bagageiro com capacidade para até 20 kg e suspensões ajustadas para uso profissional.

A Honda CG 160 Cargo é equipada com o mais potente e robusto motor da categoria, o monocilindro bicombustível (etanol / gasolina) FlexOne de quatro tempos, alimentado pelo sistema de injeção eletrônica PGM-FI, dotado de comando de válvula no cabeçote (OHC - Over Head Camshaft) e balancins roletados. Com 162,7 cm3 é capaz de gerar 15,1 cv (etanol) e 14,9 cv gasolina) a 8.000 rpm. O torque máximo é de 1,54 kgf.m (etanol) e 1,40 kgf.m (gasolina) a 6.000 rpm.

O tanque de combustível tem capacidade para 16,1 litros o que garante uma ampla autonomia, fator fundamental especialmente no uso profissional. O chassi produzido em chapa de aço se vale da consagrada arquitetura Diamond com o motor desempenhando papel estrutural. Tal chassi é um dos grandes diferenciais da CG Cargo, proporcionando maneabilidade e estabilidade superiores além da renomada robustez.

O cavalete central é outro equipamento padrão na CG 160 Cargo que permite o estacionamento com maior estabilidade em condições de carga plena e em pisos irregulares. Dotada de painel digital com um útil hodômetro parcial, a Honda CG 160 Cargo será comercializada exclusivamente na cor branca e seu preço sugerido é de R$ 8.990,00 base estado de São Paulo, sem despesas de frete e seguro. Assim como em toda linha Honda CG 2018 a CG 160 Cargo tem garantia de três anos, sem limite de quilometragem, com óleo grátis em sete revisões.

A Honda CG 160 Cargo possui garantia de 1 ano sem limite de quilometragem, por se tratar de um modelo utilitário, e não 3 anos como mencionado.

Todo nosso line-up (não utilitário), possui garantia de 3 anos, sem limite de quilometragem.

Motocicletas até 500 cm³, possuem também 7 trocas de óleo gratuitas dentro do período de garantia (exceção às utilitárias).

Motocicletas de 500 cm³ (inclusive) e acima, possuem o Honda Assistance, uma assistência 24h em todo território nacional incluindo também Chile, Paraguai, Argentina e Uruguai com vários benefícios para uma viagem tranquila.

Sobre a Honda no Brasil:

Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com / HondaBR

Notícias

Página inicial